A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

06/05/2016 10:53

MS atinge patamar histórico de veículos em situação irregular: 35%

Fernanda Mathias
O índice de irregularidade entre motos chega a 50% (Foto: Marcos Ermínio)O índice de irregularidade entre motos chega a 50% (Foto: Marcos Ermínio)

O índice de veículos com licenciamento atrasado atingiu um patamar histórico de 35% este ano, resultado de uma somatória que passa pelo cenário de economia em recessão. O diretor-presidente do Detran/MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul), Gerson Claro, explica que o índice vem crescendo progressivamente e alerta que as ações para retirar estes veículos das ruas estão mais intensas, da mesma forma que as novas regras de trânsito, sancionadas esta semana pelo governo federal, facilitam os leilões após as apreensões.

Gerson ressalta que o índice de irregularidade é ainda maior entre as motocicletas, em média 50%. Considerando uma frota total de 1,3 milhão de veículos, são 455 mil que circulam com o licenciamento atrasado. “Com certeza a crise econômica influencia, a pessoa às vezes tem aquele veículo como sonho de consumo, mas não leva em conta custos como manutenção, licenciamento, a própria parcela, IPVA e às vezes se soma com multas e ela acaba dando preferência ao pagamento de outras contas”.

Uma situação concorrente ao aperto econômico foi o aumento na alíquota do IPVA, para automóvel (carro de passeio), camionete, camioneta de uso misto e utilitário passou de 2,5% para 3,5%. Para ciclomotor, motocicleta, triciclo e quadriciclo, continua em 2%; caminhões com qualquer capacidade de carga, ônibus ou micro-ônibus para transporte coletivo de passageiros tiveram as alíquotas reajustadas de 1,5% para 2%. Para automóveis de oito lugares movidos a diesel, a alíquota fica em 4,5%. No caso dos frotistas – que possuem mais de 30 veículos – a alíquota é de 1,5% para motos; 2% para automóveis, carros de passeio e utilitários; 3% para automóveis de oito lugares movidos a diesel; e 1% para caminhões e ônibus.

O comandante do BPTran (Batalhão de Polícia de Trânsito), tenente coronel Renato Tolentino, confirma que, durante as blitze vários veículos estão sendo recolhidos, especialmente motocicletas. O CRLA (Certificado de Registro e Licenciamento Anual) é documento de porte obrigatório, conforme prevê o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o descumprimento é considerado infração grave, passiva de multa de R$ 191,54 e cinco pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Além do custo de guincho, há outras implicações para quem circula com o licenciamento atrasado. “Em caso de acidente, se a pessoa precisar acionar o DPVAT estará impedida porque o seguro obrigatório é pago junto com o licenciamento”, explica o comandante.

Leilões – Com as mudanças no CBT, os leilões de veículos apreendidos se tornam mais ágeis e o rigor no tratamento do assunto aumenta, explica o diretor do Detran/MS. Um exemplo é que atualmente a cobrança de diária estava limitada a 30 dias e passa a seis meses. Outro é maior facilidade para desembaraçar veículos com várias vinculações de infrações (que, por exemplo, acumule multas das esferas estadual, municipal, federal e ambiental), além de possibilitar a notificação eletrônica.

Chuva intensa de meteoros terá pico na madrugada de quinta-feira
A chuva de meteoros Geminídeos – uma das mais intensas e brilhantes do ano – vai ocorrer durante a noite de hoje (13) e a madrugada de amanhã (14) e ...
STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...
UFGD oferece vagas em 36 cursos de graduação pelo Sisu
A UFGD (Universidade da Grande Dourados) está ofertando 944 vagas em 36 cursos de graduação para o Sisu (Sistema de Seleção Unificada). As inscrições...


Isso também é reflexo da inexistência de fiscalização nas ruas. Com metade das motos e um em cada 3 carros rodando irregulares, onde estão as ações para tirar esses veículos das ruas? Por outro lado, passou da hora de tornar o processo de vistoria mais rápido e menos burocrático!
 
Luiz Pereira em 06/05/2016 19:39:34
Isso é reflexo também da ganancia de arrecadação do estado.
Com uma tremenda crise instalada o governo subiu quase que 50 % a alíquota do IPVA. tornando aquilo que não ja é barato ainda mais difícil de pagar, e o que acontece é que nessa hora onde vc precisa optar em pagar uma conta e comprar comida vc precisa ficar com a segunda opção e o resto acaba ficando sempre em segundo plano.
Outra coisa é a tal da famigerada vistoria veicular que não serve para nada a não ser tornar mais caro o custo de manutenção de um veiculo principalmente os usados e aumentar a arrecadação do estado.

 
Cesarlond em 06/05/2016 13:32:09
Queria saber em que planeta vivem essas pessoas. tá todo mundo sem dinheiro e o detran a continua a todo vigor fazer o máximo possível pra arrancar dinheiro de quem precisa deles.

Que será que esse povo tá bebendo pra viver tão fora da realidade
 
ToPartindo em 06/05/2016 12:28:42
Como outros já indicaram, boa parte do problema é por conta da vistoria obrigatória. Onde antes todo podia ser feito pelo internet (baixar guia e pagar no site do banco) agora o licenciamento demora uns 2 dias, e se tem que faltar no trabalho para visitar um vistoriador e em seguida o Detran. É por causa disso que muitos deixam de fazer a vistoria, e em consequencia não conseguem mais licenciar o veiculo.
A principio não tenho nada contra vistoria (vale lembrar que em Holanda uma vistoria que verifica 89 itens do carro, entre luzes, suspensão, freios, folgas na direção custa E 20, MENOS que aqui) mas não se pode fazer o cidadão gastar tanto tempo (e dinheiro) para algo que na verdade só verifica a placa do carro, numero do chassi, e as luzes.
 
Marc em 06/05/2016 12:24:38
e essa vistoria q ta matando todo mundo muita burocracia e demora antigamente so baixava a guia ia na loterica e pagava.
 
aranha em 06/05/2016 12:06:48
não é por causa de crise não, sera q ninguem levou em consideração essa vistoria abusiva,era bem fácil e pratico de pagar, entrava no site baixava guia e pagava agora alem de caro tem toda burocracia e demora do detran
 
aranha em 06/05/2016 12:04:39
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions