A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Abril de 2018

14/11/2017 15:29

MS registra o menor número de nascimentos em 6 anos, mostra IBGE

Cai quantidade de adolescentes grávidas e cresce a de mães depois dos 50

Osvaldo Júnior
Número de bebês nascidos em Mato Grosso do Sul está caindo (Foto: Thayla Torres)Número de bebês nascidos em Mato Grosso do Sul está caindo (Foto: Thayla Torres)

A cada ano, nascem menos pessoas em Mato Grosso do Sul. Em 2016, foram feitos 49.252 registros de nascidos vivos no Estado, o menor número em seis anos. Na comparação com 2015, com 50.360 registros, a queda foi de 2,2% ou, em números absolutos, de 1.108 pessoas.

Os dados são do estudo Registro Civil, divulgado nesta terça-feira (14) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O estudo mostra ainda que o número de mães adolescentes está no menor patamar da série histórica, iniciada em 2003, nascem mais meninos e cresce a quantidade de mulheres que tiveram filhos depois dos 50 anos.

Conforme a pesquisa, a quantidade de registros de nascidos vivos em 2016 é a menor desde 2010, quando foram registrados 42.926 recém-nascidos no Estado. Todo ano, o número vem caindo continuamente: 55.070 em 2011, 52.603 em 2012, 52.112 em 2013 e 50.820 em 2014.

O cenário é o mesmo em quase todo o País. Conforme o IBGE, nasceram 2.793.935 bebês em 2016, redução de 5,1% em relação a 2015 (2.945.344 registros). Foi a primeira queda desde 2010. Entre o estados, apenas Roraima teve um pequeno contingente positivo.

Registros de nascidos vivos em MS - 2010 a 2016

MS registra o menor número de nascimentos em 6 anos, mostra IBGE

Fonte: IBGE

Eles e elas – Em Mato Grosso do Sul, nascem mais meninos que meninas. Em 2016, os registros de bebês do sexo masculino nascidos nesse ano somaram 25.185. Do sexo feminino, foram 24.065. A situação se repete em toda a série do estudo.

Adolescentes – A pesquisa também mostra que o número de mães adolescentes está caindo, chegando a 2016 no menor nível de toda série histórica. Nesse ano, 8.598 adolescentes (até 19 anos) tiveram filhos, queda de 9,47% frente ano anterior (9.498).

Depois dos 50 – Já as mulheres com mais idade estão mais dispostas a serem mães. Em 2016, houve 48 registros em que as mães tinham mais de 50 anos. Esse é o maior número desde 2003, início da série histórica da pesquisa. Frente a 2015, com 18 casos, a disparada é de 166%.

Temer sanciona lei que eleva pena para roubo com uso de explosivos
O presidente Michel Temer sancionou (23) lei que aumenta a pena para modalidades de roubo e furtos com o uso de explosivos. A lei também prevê que os...
Decreto deve ajustar reforma trabalhista, após MP perder validade
O governo deve editar nos próximos dias um decreto para ajustar pontos polêmicos da reforma trabalhista. Esses trechos já haviam sido alterados pela ...
Grupo gestor de faculdades em MS anuncia expansão para educação básica
A Kroton Educacional, grupo que gere a Uniderp e Anhanguera, em Mato Grosso do Sul, anunciou a compra do controle da Somos Educação, por R$ 4,6 bilhõ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions