A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

13/03/2014 14:20

No Centro-Oeste, 4 em cada 10 casas têm acesso à internet

Lidiane Kober

Quatro em cada 10 domicílios da região Centro-Oeste têm acesso à internet, aponta levantamento divulgado, nesta quinta-feira (13), pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada). O estudo, realizado em 3.809 lares de 212 municípios em junho de 2013, revelou também que quase metade dos entrevistados (44,1%) está satisfeita com a qualidade da conexão.

A região Sudeste registra a maior taxa de acesso à web, com 51,5%. Em seguida, vêm Sul (42,9%), Centro-Oeste (40,7%), Nordeste (29,2%) e Norte (20,7%). Os dados não consideram a conexão via smartphone dos moradores e mais da metade dos entrevistados (55,2%) afirmou pagar entre 31 e 70 reais pelo acesso.

A pesquisa, intitulada "Sistema de Indicadores de Percepção Social: serviços de telecomunicação", mostra ainda que o modelo mais comum de acesso é a ligação a cabo (32,8%), seguida por telefonia fixa (23%), telefonia móvel (18,3%), satélite (10,6%), rádio (10,2%), outros meios (3,6%) e linha discada (1,5%).

Sobre a telefonia, 59,4% dos participantes do estudo afirmaram que a comunicação via aparelho móvel (celular) substitui a utilização do telefone fixo, encontrado em 45,6% das residências. Mesmo com a pior avaliação entre todos os serviços elencados na pesquisa (apenas 15,4% consideram ótimo), a telefonia móvel é intensamente utilizada - dois terços dos respondentes afirmaram usá-la diariamente.

No relatório, os técnicos frisam ainda que “a percepção da qualidade dos serviços de telefonia móvel aparentemente não está alinhada com os relatos de reclamações nos institutos de defesa do consumidor”. Isso porque, apesar de obter a pior nota, 65,5% dos entrevistados consideram o serviço de telefonia móvel positivo.

A televisão aberta, por sua vez, continua a mais assistida pelos brasileiros - são 90,5%, contra 26,6% que possuem TV por assinatura. A maior densidade está localizada na região Sudeste, 41,5%, enquanto o Centro-Oeste possui 22%, o Norte, 14%, e o Nordeste, 12,3%. “O serviço é o melhor avaliado dentre todos os que compõem a pesquisa”, observou o técnico de Planejamento e Pesquisa do Ipea, João Maria de Oliveira.

Temer veta projeto sobre negociação coletiva no serviço público
O presidente Michel Temer vetou integralmente o Projeto de Lei nº 3.831/15, aprovado pelo Congresso Nacional, que estabelecia normas para a negociaçã...
UFMS divulga edital do vestibular para ingresso em cursos de graduação
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) divulgou, nesta segunda-feira (18), edital do processo seletivo do vestibular para ingresso em cu...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions