A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

26/08/2010 19:36

Operação Sentinela apreende mais de 46 t de drogas

Redação

A Operação Sentinela, criada para combater o tráfico de drogas e crimes na região de fronteiras do Brasil, apreendeu mais de 46 toneladas de drogas em cinco meses. Os dados foram divulgados hoje pelo ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, e pelo diretor-geral da PF (Polícia Federal), Luiz Fernando Corrêa.

Entre as drogas apreendidas tem maconha, cocaína e a pasta base, além de crack e haxixe. Também foram apreendidos 1,1 mil frascos de lança-perfume e 250 mil caixas de remédios falsificados, contrabandeados ou que têm venda proibida no país.

A operação que foi montada no final do ano passado e implementada em março deste ano, é uma ação conjunta nas fronteiras brasileiras entre PF, Força Nacional, Receita Federal, Forças Armadas, Polícia Rodoviária Federal e polícias de 11 estados brasileiros que fazem fronteira com outros países. Atualmente, cerca de 1,5 mil agentes públicos estão envolvidos na operação.

Entre março e julho, 1.166 pessoas foram presas e 135 mandados de prisão foram cumpridos. Também foram apreendidas 148 armas, 15.482 munições, além de agrotóxicos contrabandeados ou proibidos no Brasil, dinheiro, equipamentos de informática, eletroeletrônicos e celulares.

De acordo com Corrêa, a medida é bem sucedida e será ampliada. "A nossa ideia é que ela [a operação] tenha um caráter permanente. [A operação] vem num processo de ampliação à medida que os estados que aderiram recentemente apresentarem resultados como Mato Grosso do Sul, Paraná e Amazonas, que foram os pioneiros".

Desde abril, a operação também vem sendo implementada progressivamente em Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Roraima, no Acre, Rio Grande do Sul, Amapá e Pará. Devido ao incremento da operação, a PF pediu ao Ministério da Justiça recursos orçamentários para custear as ações por tempo indeterminado.

"Esse balanço foi divulgado agora porque nos três estados pioneiros, a operação completa cinco meses. Estamos no momento do desenho do orçamento, ou fala agora ou perde o orçamento de 2011. Tínhamos de mostrar isso, para que ele [o ministro da Justiça], junto à área econômica defenda o pleito da Polícia Federal", disse Corrêa.

"Nós vamos continuar investindo recursos em 2011 e a Polícia Federal já está propondo uma política específica no orçamento da união para a manutenção permanente da Operação Sentinela com essa integração [entre polícias]", disse Barreto.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions