A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

29/04/2010 08:17

Pai do procurador Zeolla morre aos 87 anos de infarto

Redação

Américo Zeolla, 87 anos, morreu de infarto, ocorrido ontem à noite, na própria residência, no Bairro Carandá Bosque, em Campo Grande.

Ele era pai do procurador de Justiça, Carlos Alberto Zeolla, autor confesso do assassinato do sobrinho Cláudio Alexander Joaquim Zeolla.

Américo é ex-combatente da FEB (Força Expedicionária Brasileira) e teve seis filhos.

Ele será velado na funerária Veritas, na Rua 13 de Maio, 1589.

O sepultamento está previsto para ocorrer às 15 horas, no Parque das Primaveras.

Carlos Alberto Zeolla está preso desde 3 de março de 2009, mesmo dia em que Cláudio, de 23 anos, foi assassinado. O crime aconteceu na rua Bahia, próximo a rua Pernambuco, em Campo Grande, quando Cláudio ia para uma academia de ginástica. O jovem foi morto com um tiro na nuca.

Zeolla alegou que matou o sobrinho porque o rapaz havia agredido o avô (pai do procurador), um dia antes. No entanto, testemunhas dizem que o idoso não foi agredido, apenas teve uma briga com o neto. O procurador aposentado está internado na Clínica Carandá.

Curso de instrutor de trânsito do Detran oferece 50 vagas na Capital
O Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) está com inscrições abertas para o curso de Formação de Instrutor de Trânsito e...
Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions