A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

24/12/2008 17:25

Parente de detento toma tiro na mão durante rebelião

Redação

Rosinéia Aparecida Fontana, esposa de um detento do IPCG (Instituto Penal de Campo Grande), tomou um tiro na mão durante a rebelião que foi desencadeada no fim desta tarde.

Ela conta que o tiro quase pegou no rosto, mas conseguiu impedir com a mão. Ela foi atendida no local e passa bem.

Rosinéia e outros parentes de detentos estavam no corredor de saída do presídio, no fim da visita, quando policiais começaram a gritar.

Eles ordenaram que os visitantes voltassem pelo mesmo corredor e entrassem em uma sala. Houve muito tumulto e gritaria, principalmente porque havia crianças no local.

Outra parente de interno que estava saindo do presídio quando começou a rebelião é Gabriela Itamar de Souza.

A polícia determinou que ela e outras pessoas que estavam saindo do presídio se abrigassem em um mercado, que fica em frente ao Instituto Penal.

Uma bomba caseira foi detonada dentro do presídio. Há muita fumaça e os bombeiros já chegaram ao local para controlar o fogo, provocado pela explosão de um botijão de gás.

Cinco homens do Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais) entraram fardados no local, preparados para o choque, e estão tentando conter a rebelião.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions