A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2018

07/02/2009 13:48

PF e Ibama fazem fiscalização em reserva indígena

Redação

Neste fim de semana, a PF (Polícia Federal) e o Ibama (Instituto Nacional do Meio Ambiente) estarão realizando uma operação conjunta na reserva indígena Kadiwéu, em Bodoquena, para averiguar se há extração ilegal de madeira da reserva.

A suspeita de que há desmatamento em área indígena começou na madrugada desta quarta-feira, quando os próprios índios interceptaram um caminhão com uma carga de madeira.

Os trabalhos devem começar pela Aldeia São João, que fica no sudeste da reserva, a cerca de 60 quilômetros de Bonito.

Histórico - Essa não é a primeira vez que os índios denunciam a extração ilegal de madeira em suas terras. Em outubro de 2007, em uma operação do Ibama, a fiscalização do órgão comprovou a derrubada de 400 hectares de mata nativa para a produção de carvão dentro de área da reserva Kadiwéu.

Na ocasião, os fiscais apreenderam 685 metros cúbicos de madeira serrada e motosserras. No local eles encontraram centenas de fornos para a produção do carvão.

A reserva, que tem 538 mil hectares é uma das primeiras áreas indígenas que foram demarcadas no país. E é considerada área de Preservação Permanente, assim, qualquer operação de retirada de madeira ou desmatamento nessa área é ilegal.

Começa na segunda-feira prazo para alunos da UEMS fazerem rematrícula
Quem já é aluno da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) tem prazo de segunda-feira, 22 de janeiro, até a 3 de fevereiro para confirmar ...
Capes recebe até esta sexta-feira inscrições a 400 bolsas de estudo
A Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) recebe até amanhã (19) inscrições para programas no exterior. São 400 vagas dis...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions