A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

03/12/2015 20:24

PM divulga nomes de militares envolvidos em contrabando de armas

Alan Diógenes
Buscas foram feitas em casas de militares na Capital. (Foto: Marcos Ermínio)Buscas foram feitas em casas de militares na Capital. (Foto: Marcos Ermínio)

A Polícia Militar divulgou, na tarde desta quinta-feira (3), um balanço da Operação Pampas, e divulgou os nomes de quatro policiais militares, que estão sendo investigados por exigir dinheiro de contrabandistas para que materiais ilícitos entrassem no país. Buscas e apreensões foram feitas nas casas dos envolvidos localizadas em Campo Grande e São Gabriel do Oeste.

A Justiça determinou a condução coercitiva do tenente da PM Claudio Baldan e dos sargentos da PM Flavio Alves Diniz, Manoel Feliciano Bezerra e Dimas Feliciano Bezerra. Com eles foram apreendidos munições calibre restrito, inclusive algumas contrabandeadas do Paraguai; 1,2 unidades de mídias digitais; cheques no valor de R$ 10 mil; aparelhos celulares; revólver calibre 38; máquina para recarregar munição; entre outros objetos.

Também receberam condução coercitiva por envolvimento na atividade ilícita, o empresário Leandro Frozza, dois gerentes de sua empresa e duas mulheres, que não tiveram os nomes divulgados. Além disso, foi preso novamente Cleiton Roberto Mendes, detido em setembro deste ano por tráfico internacional de arma de fogo.

Na residência do empresário Leandro Frozza foram apreendidos 2 espingardas, 2 revólveres, 1 luneta para arma portátil, 1 carregador de pistola, munições contrabandeadas do Paraguai e diversos cartuchos de munições.

Operação - A Operação Pampas se iniciou no ano passado aonde o setor de inteligência da Corregedoria da Polícia Militar teve a informação de que policiais militares de São Gabriel do Oeste exigiam dinheiro de indivíduos que traziam materiais ilicítos do Paraguai, como contrabando de cigarros e outros objetos irregulares.

Durante as investigações, foi preso no dia 15 de setembro, Cleiton Roberto, que trazia as armas e munições para o pais. Também foi constatado que havia armas e munições contrabandeadas com policiais militares e outras pessoas de fora da corporação.

Foi quando, nesta quinta, equipes da corregedoria foram em busca dos objetos apreendidos e fizeram a condução coercitiva dos envolvidos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions