A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

11/02/2010 10:28

PMs não devem ser punidos por agressão a foragido

Redação

Os policiais militares suspeitos de espancar o foragido da Colônia Penal Wellington Henrique da Silva Oliveira, 28 anos, que morreu na tarde desta quarta-feira na Santa Casa de Campo Grande, não devem ser punidos.

Conforme o comandante geral da PM, coronel Carlos Alberto David, há 20 dias foi instaurado um procedimento para investigar a denúncia levada à Corregedoria da PM e, segundo Davi, testemunhas já ouvidas no processo descartaram ter ocorrido agressão ao rapaz por parte dos policiais.

"Tudo indica que não será confirmada a suspeita de agressão", informando que em dez dias a investigação deve ser concluída.

Wellington Henrique estava foragido da Colônia desde novembro de 2009 e foi supostamente agredido por policiais no início de janeiro quando seria novamente preso.

Pela denúncia feita pela família ao CDDH (Centro de Defesa dos Direitos Humanos Marçal de Souza Tupã I), o foragido foi flagrado por policiais militares em frente a casa da avó, onde estava morando, no bairro Aero Rancho.

Testemunhas teriam relatado que os PMs o pegaram com violência e o teriam o estrangulado na frente da avó, uma idosa de 75 anos. Wellington passou mal e foi encaminhado ao centro de saúde do Conjunto Aero Rancho e posteriormente a Unidade de Pronto Atendimento da Vila Almeida, de onde foi transferido para a Santa Casa.

Segundo familiares, o jovem aguardou por quase duas semanas vaga no CTI (Centro de Terapia Intensiva) e morreu ontem às 15h40 depois de ter permanecido internado por 30 dias.

O sepultamento será realizado hoje às 13h no Cemitério Jardim das Palmeiras, próximo a UCDB.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions