A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

22/06/2013 14:15

Polícia acredita que suicídio de presos tenha surgido de um pacto entre eles

Luciana Brazil
Os idosos foram amarrados com fios de cobre. Nos pés da idosa marcas da agressão. (Foto: Arquivo)Os idosos foram amarrados com fios de cobre. Nos pés da idosa marcas da agressão. (Foto: Arquivo)

A polícia acredita que um pacto entre os presos Diego Oliveira Lima, 20 anos e Anderson Santana Martins, 18 anos, possa ter motivado o suicídio duplo cometido na cela da Defurv (Delegacia Especializada de Roubos e Furos de Veículos), na tarde de ontem (22). Anderson e Diego foram encontrados enforcados na cela, logo após o almoço, por volta de 13h30.

A delegada titular da Defurv, Maria de Lourdes Cano, explica que não havia, aparentemente, um motivo para o suicídio. Ela acredita que Diego possa ter convencido Anderson a se matar. “Ele tinha grande poder de dominação. Acho que os dois fizeram um pacto para se suicidar”, comentou Maria de Lourdes.

Apesar de ainda aguardar o laudo pericial e médico, a delegada prefere, por enquanto, confiar na experiência profissional e arrisca dizer que a morte dos detentos é resultado de um suicídio.

“Como policial tenho experiência e pelo jeito foi realmente um suicídio. Mas vamos aguardar o laudo da perícia médica e criminal”.

Considerado bastante violento, Diego havia fugido de casa neste ano, em Ribas do Rio Pardo, depois de espancar o pai. “Ele fugiu de casa depois de agredir barbaramente o pai. Inclusive, ele ficou com sequelas”.

Diego e Anderson tinham passagem pela polícia e atualmente os dois moravam juntos em Terenos.

Crimes: A dupla foi presa na semana passada acusada de assaltar uma chácara na zona rural de Terenos. O crime resultou na morte de Kazuo Suzue, 72 anos, dono da propriedade. Suzue chegou a ser internado, mas não resistiu aos ferimentos e morreu há três semanas.

Mio Suzue, 65 anos, esposa da vítima, também ficou ferida e continua internada. O casal de idosos foi amarrado e amordaçado pelos bandidos. Os idosos focaram amarrados na propriedade por dois dias.

Um adolescente de 14 anos e Samer Perez Tozzi, 18 anos, preso ontem (21), também participaram do assalto.

A delegada esclarece que os bandidos costumavam planejar e arquitetar o crime. “Eles não praticaram apenas esse roubo. Ele costumavam rondar as chácaras e planejavam o crime. Na mesma região, eles assaltaram um senhor de 80 anos e também usaram a violência”. Maria de Lourdes afirmou que todas as vítimas sofriam agressões.

Samer Perez poderá ser apresentado esta semana na delegacia, segundo a delegada.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...


Deus me perdoe, mas foram tarde... agredir idosos, que não podem se defender, amarrá-los, roubá-los, e, quiçá, praticar uma violência sexual..!!! Gente do céu, bandido bom é bandido morto, infelizmente.
 
josé correa em 25/06/2013 09:08:21
E já foram tarde.
 
Fernando Silva em 23/06/2013 22:17:10
MORREU TARDE DEMAIS ESSES DOIS BANDIDOS. E AINDA DEVE APARECER ALGUÉM PRA FICAR COM DÓ DOS MENININHOS BANDIDOS. PARABÉNS POLICIAIS DEFURV PELA PRISÃO DESTES BANDIDOS, SE ELES SE MATARAM, MELHOR PRA TODOS NÓS E MENOS SERVIÇOS PRA VOCÊS POLICIAIS.
 
Paulo Correa Pereira em 23/06/2013 15:19:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions