A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

23/04/2010 13:34

Polícia encontra acampamento usado pelos guerrilheiros

Redação

A polícia paraguaia encontrou um acampamento abandonado perto da Estância Santa Adélia, do empresário douradense Jorge Luiz Zanetti, onde quatro pessoas foram assassinadas na quarta-feira. No acampamento, que teria sido ocupado pelos guerrilheiros do EPP (Exército do Povo Paraguaio), havia até local para prática de tiro.

Pela distância dos alvos, a polícia acredita que os criminosos estavam treinando para efetuar disparos a 120 metros de distância.

De acordo com o site paraguaio ABC Digital, o acampamento abandonado fica a 4 quilômetros do local onde o policial e os três civis foram mortos e a 1.500 metros da casa mais próxima.

No acampamento foram encontrados comida e produtos de higiene pessoal diversos, inclusive absorvente, o que comprova que havia mulher entre os criminosos.

Para a família do empresário douradense Jorge Luiz Zanetti, os assassinatos podem ter sido motivados por questões fundiárias e preconceito contra brasileiros.

Foram mortos o policial paraguaio Joaquin Aguero, de 25 anos; o capataz da Estância Santa Adélia, Osmar da Silva Souza; e os funcionários da fazenda vizinha Guarani, Francisco Ramirez e o capataz brasileiro Jair Ravelo, de 35 anos.

Após os assassinatos, a polícia paraguaia reforçou a segurança na região.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions