A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Junho de 2018

15/07/2009 14:24

Polícia pede prazo na investigação do acidente de Rayssa

Redação

A Polícia Civil pediu ao poder judiciário novo prazo para concluir a investigação do acidente que deixou ferida a estudante Rayssa Favaro, 19 anos, filha do superintendente da PRF (Polícia Rodoviária Federal), Walter Favaro. Sem o resultado de laudos periciais, a Polícia não pode terminar a investigação e apontar a causa da colisão ocorrida no cruzamento da Avenida Mato Grosso e Rua Bahia, no Centro de Campo Grande, dia 21 de abril.

Rayssa conduzia um Uno que colidiu com um Honda Civic dirigido por Marcelo Broch, 18 anos. O rapaz não tinha habilitação e dirigia o carro da tia, a promotora de Justiça Regina Broch.

O acidente deixou consequências graves à jovem. Ela só conseguiu deixar a Santa Casa de Campo Grande dia 11 deste mês.

Rayssa tem dificuldade para falar e comer. Ela terá de manter uma rotina de tratamento de reabilitação fisioterápica.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions