A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

12/11/2009 13:37

Policial vai a júri em dezembro por assassinato

Redação

O agente da Polícia Civil Cleidival Antônio Vasques Bueno vai a júri popular às 8h de 16 de dezembro deste ano pelo assassinato da policial civil Elaine Olando Viana Yamazaki, ocorrido na madrugada de 13 de março deste ano.

O juiz da 2ª Tribunal do Júri, Aluízio Pereira dos Santos, o pronunciou por homicídio doloso, com os agravantes de ter sido por motivo fútil e ter dificuldade a defesa da vítima.

Pereira ressaltou que há indícios de que Cleidival Vasques praticou o deleito de "forma dolosa e não culposa". "Infere-se que o acusado utilizou de recurso que dificultou a defesa da ofendida, uma vez que foi atingida enquanto estava sentada dentro de seu veículo, conversando com ele sobre o relacionamento amoroso, cujo tiro atingiu acima do nariz e entre os olhos, não esperando ser alvejada naquele momento, dificultando assim a possibilidade de uma reação defensiva, consoante descrito em exame pericial", concluiu o magistrado.

Os advogados de defesa, Renê Siufi e Honório Suguita, poderão recorrer ao Tribunal de Justiça contra a realização do júri. Eles alegam que houve homicídio culposo, já que a arma, um pistola .40, disparou acidentalmente ao cair do painel do veículo.

O crime

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions