A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

18/06/2013 13:11

Policias afirmam que “acordo” salarial não foi cumprido pelo governo estadual

Helton Verão
Kemp afirmou que está sendo pressionado pela classe em relação ao acordo mediado pela Assembleia (Foto: divulgação)Kemp afirmou que está sendo pressionado pela classe em relação ao acordo "mediado" pela Assembleia (Foto: divulgação)

Representantes dos policias civil e militares estiveram na sessão de hoje na Assembleia Legislativa reclamando que o “acordo” feito pela classe com o governo estadual, ainda não foi cumprido. O deputado estadual Pedro Kemp (PT) foi à tribuna pedir explicações do executivo a respeito desta questão. De acordo com o petista, o projeto de lei aprovado na Casa e a “tabela” de recomendações “acordadas” entre as partes, ainda não foi “sancionado” e publicado pelo governo estadual.

O presidente da Sinpol-MS (Sindicato dos Policiais Civis de MS), Alexandre Barbosa, destacou que o reajuste de 7% oferecido pelo executivo já foi incorporado as folhas salariais, no entanto o projeto e a tabela de reivindicações ainda não foram publicadas. “Temos que ter esta garantia, por isso estamos cobrando tanto os deputados como o governo”, ressaltou.

De acordo com Barbosa, a classe solicita a ampliação de número de vagas para promoção, o aumento de 50% para 80% o percentual de antiguidade, quando o policial tem promoção, e um adicional de alimentação superior aos R$ 100,00 pagos pelo executivo. “Fizemos este acordo durante a negociação e queremos que seja cumprido”, enfatizou ele.

Kemp destacou que a Assembleia deve fazer esta cobrança ao governo, já que participou de forma ativa das negociações, se comportando como “mediadora” do acordo. “Nossa credibilidade e palavra é que está em jogo”, frisou.

Agenda – O deputado estadual Jerson Domingos (PMDB), presidente da Casa de Leis, revelou que conversou com o governador André Puccinelli (PMDB) sobre a questão, que se comprometeu a marcar uma reunião ainda esta semana para conversar com os deputados e representantes das policias. Jerson ainda ressaltou que o governador somente não “sancionou” a lei por conta da agenda cheia. “Ele está resolvendo questões nacionais, como o conflito agrário”, explicou.

Sobre a publicação da tabela, o deputado argumentou que ele pediu para “segurar” a matéria para que haja uma discussão com o governador. “Eu fiz este pedido para que toda tabela acordada com a classe seja aprovada pelo executivo”, destacou ele.

Mega-Sena acumula e prêmio no sábado pode chegar a R$ 39 milhões
A Mega-Sena mais uma vez ficou sem vencer na noite desta quarta-feira (13) e, assim, acumulou. O prêmio pode subir para R$ 39 milhões no sorteio do p...
Chuva intensa de meteoros terá pico na madrugada de quinta-feira
A chuva de meteoros Geminídeos – uma das mais intensas e brilhantes do ano – vai ocorrer durante a noite de hoje (13) e a madrugada de amanhã (14) e ...
STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...


Vem pra rua, vocês também. Vocês também são população...
 
matilde nantes coelho em 18/06/2013 16:18:53
Eu já esperava isso do carcamano. Os policiais civis tem que falar isso para o povo e protestar quinta-feira também.
 
Marcela Silveira em 18/06/2013 15:29:04
Fica tranquilo seu Gerson, as coisas mudam!
 
José Fernandes de Moura em 18/06/2013 13:58:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions