A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018

26/11/2015 17:28

Prefeitura e Santa Casa fecham contrato e dívida deve acabar em fevereiro

Thiago de Souza
Bernal assina contrato que vai disponibilizar R$ 47 mi por ano. (Foto: Fernando Antunes) Bernal assina contrato que vai disponibilizar R$ 47 mi por ano. (Foto: Fernando Antunes)
Teslenco disse que contrato dará segurança para fazer planejamento. (Foto: Fernando Antunes) Teslenco disse que contrato dará segurança para fazer planejamento. (Foto: Fernando Antunes)

O prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP) assinou, na tarde de hoje (26), um contrato de 12 meses com a Santa Casa de Campo Grande. Também foi registrado um acordo onde o executivo se compromete a quitar a dívida de 11,5 milhões com o hospital. Há mais de um ano não havia formalidade entre hospital e prefeitura. 

A assinatura foi feita no gabinete da Prefeitura e contou com a presença do diretor-presidente do hospital Wilson Teslenco, a promotora de Justiça Filomena Flumignan, do secretário Municipal de Saúde Ivandro Fonseca e secretário de Governo Paulo Pedra, além dos vereadores Luiza Ribeiro e Eduardo Romero.

No contrato estão previstos 573.773 atendimentos ambulatoriais e 258.836 para internações clínicas e procedimentos cirúrgicos nos próximos doze meses. O total repassado para a Santa Casa será de R$ 248.830.490,024, entre recursos federais, estaduais e municipais. Somente do município será repassado R$ 47.773 milhões por ano. 

“Queremos resolver de uma vez por todas o problema da Santa Casa e evitar que o sofrimento da população perdurasse por mais tempo”, declarou o prefeito Alcides Bernal.

O secretário municipal de Saúde Ivandro Fonseca destacou que os novos aportes “vão aumentar a resolutilidade da central de regulação do município”.

O diretor-presidente da Santa Casa, Wilson Teslenco, disse que o contrato, embora não alcançado o valor necessário, vai dar segurança para o hospital ter o mínimo de planejamento. “Vamos nos ajustar ao possível para entregar o necessário”, pontuou o diretor.

Teslenco fez duras críticas ao Governo do Estado e pediu que ele reveja seus conceitos sobre investimento em saúde.

Sobre a dívida da prefeitura com a entidade, Teslenco afirmou que a proposta do executivo em sanar o débito até fevereiro é uma “proposta coerente e exequível”.

A prefeitura vai depositar hoje R$ 2,9 milhões para a Santa Casa. Também deve pagar uma parcela de R$ 1,5 milhão referente ao mês de novembro. No dia 20 de dezembro está agendado pagamento de mais 1,5 milhão. Para o dia 20 de janeiro está previsto depósito de R$ 4.250.000 e fechando a dívida no dia 20 de fevereiro mais R$ 4.250.000.

Ladrões sequestram mulheres que iam visitar doente e roubam caminhonete
Duas mulheres foram vítimas de sequestro relâmpago durante roubo de caminhonete Nissan Frontier na noite de ontem (25), na Rua 13 de Maio com a Eduar...
Empresas contratadas pelo governo deverão reservar vagas para presos
Empresas cujos contratos assinados com o governo federal superem R$ 330 mil anuais serão obrigadas a ter, em seus quadros, presos ou egressos do sist...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions