A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

24/01/2008 16:23

Preso em Sapucaia envolvido em assassinato de radialista

Redação

Está preso desde a manhã desta quinta-feira (24 de janeiro), Cleiton Andrade Segóvia, 29 anos, um dos envolvidos no assassinato do radialista Samuel Roman em abril de 2004 na cidade de Coronel Sapucaia, a 396 quilômetros de Campo Grande, na fronteira com o Paraguai.

Cleiton Segóvia foi preso na MS-156 pela PMA (Polícia Militar Ambiental) durante um trabalho de monitoramento e combate à extração ilegal de carvão vegetal na região de fronteira.

Ao avistar a viatura, Cleiton tentou fugir e por isso foi abordado. Com ele foram encontradas 90 gramas de maconha. Na Polícia Civil foi constatado o mandado de prisão em aberto contra ele e lavrado um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência) pela posse do entorpecente.

Cleiton chegou a ser preso pela morte de Roman e fugiu após conseguir decisão favorável no Judiciário. Ele teria ajudado os autores do crime a fugir em uma caminhonete Nissan de cor vermelha.

Ele conseguiu ser solto após apontar o nome do ex-prefeito de Sapucaia, Eurico Mariano como mandante. Uma fita de áudio teria sido gravada com as declarações de Cleiton.

Como Eurico Mariano era o único réu que não estava foragido, foi condenado ano passado a 17 anos de prisão. O caso ainda está em grau de recurso e foi a julgamento após ter sido adiado várias vezes por diversos motivos.

Dentre eles o assassinato do irmão de Cleiton Fernando Andrade Segóvia e de Rosemeire Dias Lima, de 22 anos. Um sobrinho de Joaquim teve a casa alvejada

por tiros.

(Com informações do site A Gazeta News)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions