A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

03/02/2009 11:33

Preso suspeito de fazer assalto com colete da Polícia

Redação

A Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Crimes de Roubos e Furtos) prendeu na manhã desta terça-feira, no centro de Campo Grande, Rodrigo Vasconcelos Vieira, suspeito de integrar uma quadrilha que praticava assaltos com uso de coletes policiais.

Ele foi preso quando estava em um cartório na Rua Dom Aquino, junto com outro comparsa, identificado como Fabiano, que conseguiu fugir.

No local, segundo a Polícia, estava também a companheira de Fabiano, que terá o nome preservado para não atrapalhar as investigações, e a filha do casal, um bebê recém nascido.

Quando os policiais chegaram, a mulher estava em uma sala do cartório e Fabiano na recepção, com a filha no colo. Ao ver a movimentação policial, entregou o bebê para uma funcionária e fugiu. Rodrigo foi preso no local com duas pistolas.

A mulher disse ao Campo Grande News que não tinha convívio com Fabiano. "Conheci ele na balada, no agito. Fiquei grávida e ele dá as coisas para a filha dele", disse. "Não tenho muito contato com esse homem". Ela prestou declarações na Derf.

Segundo ela, Fabiano estava no cartório para oficializar a compra de um imóvel para a filha. A Polícia confirma a compra de um imóvel, sem detalhar para quem, e diz que o dinheiro utilizado é parte do roubado dia 5 de janeiro, de uma empresa fornecedora de mercadorias para supermercados.

Rodrigo levou os policiais até uma casa utilizada pela quadrilha, no bairro São Jorge da Lagoa, que fica na saída para Sidrolândia. No local foram apreendidos dois coletes da Polícia Civil e uma submetralhadora. Um veículo Fox também foi apreendido no local da prisão.

Além de Fabiano, a Polícia procura mais dois integrantes da quadrilha, suspeita de ter feito o assalto ocorrido no cruzamento das Ruas 25 de Dezembro e Alegrete, bairro Monte Castelo.

Os bandidos estavam em um veículo Fiat Uno e com um giroflex deram sinal de parada para os funcionários da empresa.

Os bandidos pararam o Celta da empresa e obrigaram que os trabalhadores entregassem todo o montante referente a cobranças feitas durante o dia.

Os autores estavam fortemente armados e dois deles entraram no carro ocupado pelas vítimas, que foram deixadas na saída para Rochedo. Os trabalhadores da empresa revelaram que os assaltantes usavam até coletes com a inscrição da Polícia Civil.

Trata-se de um dos maiores roubos ocorrido desde o ano passado. Conforme a Polícia, foram levados R$ 85 mil em dinheiro e R$ 20 mil.

Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions