A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

14/01/2016 10:16

Primeira etapa de obra no Hospital do Câncer será entregue no fim de junho

Governador visitou o prédio, no Centro de Campo Grande, na manhã desta quinta-feira (14)

Mayara Bueno e Antonio Marques
Governador, vice-governadora e secretário de Saúde visitam obras do Hospital do Câncer. (Foto: Antonio Marques)Governador, vice-governadora e secretário de Saúde visitam obras do Hospital do Câncer. (Foto: Antonio Marques)

Até o fim do primeiro semestre de 2016, a fase inicial do novo prédio do Hospital do Câncer, em Campo Grande, será entregue à população. Esta é a previsão da instituição de saúde e do governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), que visitou, nesta quinta-feira (14), a obra, localizada ao lado da unidade, na Rua Cândido Mariano.

Para esta fase, que inclui o acabamento do subsolo e térreo, o Executivo Estadual destinou R$ 1,2 milhão e o hospital está em obras desde segunda-feira (11), segundo informou a administração da instituição de saúde. No subsolo, em uma área de 1.364,685 m², será construída uma sala para ressonância magnética; duas salas de tomografia; duas de mamografias e duas salas de raio X. 

Também será montada uma sala de ultrassonografia; uma sala para endoscopia e colonoscopia; sala de procedimentos; de coletas e sala de laudos e revelação. No térreo, que será uma área de 1.331,535 m², onde será feito o atendimento aos pacientes, 10 consultórios e administração e banheiros para o público e funcionários. De acordo com o diretor do Hospital, Carlos Coimbra, a conclusão do subsolo e térreo já permitirá o início do antedimento no novo local, até o fim de junho deste ano.

O próximo projeto, já autorizado pelo governador, é concluir a obra do primeiro e segundo andares – ao todo, são 8 pisos –, a expectativa é concluir esta parte até o fim do ano e todo o prédio em dois anos, segundo o governador do Estado. Segundo o diretor da instituição, no primeiro andar serão montadas 10 salas de cirurgias e 10 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), enquanto no segundo andar serão feitos 48 leitos. Ainda segundo ele, 96% do atendimento é de pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde).

Reinaldo não especificou quanto será destinado para a conclusão do primeiro e segundo andares, mas afirma que deve ser algo em torno de R$ 1,2 milhão – o mesmo investido no térreo e subsolo. Depois de concluído, o novo espaço terá 250 leitos, e a intenção é estender o atendimento para outras especialidades médicas, afirmou o dirigente do Hospital.

Recursos - Depois de concluída estas duas etapas, de acordo Coimbra, há o compromisso do governador de garantir recursos para conclusão dos outros seis andares do novo prédio do hospital. Até agora, já foram investidos R$ 12 milhões, além de R$ 10 milhões na aquisição da área, totalizando um investimento de R$ 22 milhões. Só o Governo do Estado, entrou com R$ 7 milhões deste recurso.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions