A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

06/09/2008 10:30

Produtores lotam avenida de Dourados contra demarcação

Redação

Passeata realizada pelos produtores rurais de Dourados contra a demarcação de terras em cidades do Sul do Estado lotou a Avenida Marcelino Pires, na manhã deste sábado. Comerciantes fecharam as portas enquanto o protesto durou, em apoio ao movimento.

Faixas, cartazes e palavras de ordem em um carro de som puxaram os manifestantes. Os estudos determinados pela Funai (Fundação Nacional do Índio) abrangem municípios ao Sul e também Miranda. A área passível de demarcação soma 22% do território estadual.

 

Segundo informações do governo do Estado, os trabalhos estão suspensos no Mato Grosso do Sul até o dia 15 de setembro, quando haverá reunião entre o governador André Puccinelli (PMDB) e o presidente da Funai, Márcio Meira.

Além de Miranda, os estudos abrangem Amambai, Antonio João, Aral Moreira, Bela Vista, Bonito, Caarapó, Caracol, Coronel Sapucaia, Douradina, Dourados, Fátima do Sul, Iguatemi, Japorã, Jardim, Juti, Laguna Carapã, Maracaju, Mundo Novo, Naviraí, Paranhos, Ponta Porã, Porto Murtinho, Rio Brilhante, Sete Quedas, Tacuru e Vicentina, cidades que possuem espaços reivindicados pelos índios como terras dos ancestrais. (Com informações do Dourados News)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions