A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

21/08/2013 20:32

Professores de MS realizam paralisação dia 30

Vinícius Squinelo
Paralisação foi aprovada em assembleia geral (foto: divulgação)Paralisação foi aprovada em assembleia geral (foto: divulgação)

Os professores e trabalhadores da educação de todo o Mato Grosso do Sul realizar paralisação no próximo dia 30 de agosto. O manifesto é um apoio à pauta de reivindicações dos trabalhadores, liderados pela CUT (Central Única dos Trabalhadores).

Mais de 300 trabalhadores em educação de todo o Estado se reuniram na manhã desta quarta-feira (21), na sede da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul), em Assembleia Geral da categoria, e decidiram aderir à paralisação nacional que está sendo organizada por entidades como a CUT e a CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação), no próximo dia 30 de agosto.

De acordo com o presidente da Fetems, Roberto Magno Botareli Cesar, a educação pública de Mato Grosso do Sul vai parar no dia 30 e somar na luta pelos direitos dos trabalhadores brasileiros.

“Os representantes dos trabalhadores em educação de MS aceitaram aderir à luta da CUT e da CNTE no dia 30 e vão repassar nos municípios essa decisão para que paralisemos a grande maioria das escolas públicas de MS vamos lutar pelos direitos de todos os trabalhadores deste país, pois sabemos a importância de somarmos em questões nacionais que sem dúvida nos atingem no dia a dia”, afirmou Botarelli.

Roberto Botareli informou que as pautas da paralisação do dia 30 é pelo fim do Fator Previdenciário, reajuste digno para os aposentados; jornada de 40 horas semanais sem redução salarial; transporte público de qualidade; fim do Projeto de Lei 4330 que amplia a terceirização; Reforma Agrária; fim dos leilões do petróleo; mais recursos para a educação e saúde; Piso Salarial Nacional e Carreira para a educação; aprovação do Plano Nacional de Educação e Profissionalização dos funcionários da educação.

O presidente da Federação ressaltou ainda que entre as atividades que a entidade irá realizar está uma grande panfletagem em todo o Estado. “Além de paralisarmos as escolas públicas estamos encaminhando com os nossos 72 sindicatos filiados que eles realizem grandes panfletagens no centro de suas cidades, no intuito de alertar a sociedade das nossas bandeiras de luta”, explicou.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions