A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

06/04/2010 12:48

Promotoria veta uso de "pulseiras do sexo" em Dourados

Redação

A promotora da Infância e Juventude de Dourados, Cristiane Amaral, determinou hoje a proibição do uso por estudantes de pulseiras coloridas que estão sendo chamadas de pulseiras do sexo, pois cada cor representaria uma forma de prática sexual.

As pulseiras estão sendo apontadas com causas de crimes como estupro. A promotora alegou que a decisão é para prevenir a violência contra crianças e adolescentes como vem ocorrendo em outras cidades brasileiras.

Vindas da Europa, as pulseiras viraram mania entre crianças e adolescentes. Segundo o código estabelecido entre as crianças e adolescentes, quem conseguir quebrar a pulseira tem direito ao sexo correspondente a cor utilizada.

No entender da promotora, muitos estudantes sequer sabem o significado das pulseiras e acabam expostas a todo tipo de violência.. No Paraná, duas adolescentes foram mortas e ao lado dos corpos foram encontradas pulseiras rompidas.

(Com informações do site Dourados News)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions