A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2018

05/05/2009 09:51

Reajuste não agrada e bombeiros podem se aquartelar

Redação

Diante da proposta do governo de reajustar em 6% os salários dos militares do Corpo de Bombeiros, a categoria avalia a possibilidade de se aquartelar. Cerca de 400 militares estiveram reunidos esta manhã no Teatro Aracy Balabanian, em Campo Grande, onde o comandante da corporação, coronel Ociel Ortiz Elias, oficializou a posição da administração estadual.

De acordo com o presidente da associação que representa os militares, sargento João César Macedo Ferreira, além dos 6%, o governo propôs reajuste de 19% ao longo de cinco anos. Entretanto, ele já antecipa que o índice não é viável para a classe.

Servidores ligados à segurança pública reivindicam um plano de carreira no qual agentes e praças tenham rendimento equivalente a 60% do salário de um delegado da Polícia Civil até o ano de 2014. Para tanto, seria necessário reajuste anual de 18%, índice bem acima do que foi concedido pelo governo.

Ferreira explica que o resultado da reunião de hoje será levado à categoria em outra reunião. Eles deverão elaborar contra-proposta e, caso não cheguem a um acordo, podem se aquartelar.

O aquartelamento é analisado desde 29 do mês passado, quando os servidores da segurança pública fizeram uma paralisação.

Policiais civis preparam nova manifestação para quinta-feira. Policiais militares e o Corpo de Bombeiros não decidiram se integrarão o protesto.

O sargento Nilmar Oliveira da Silva participou da reunião e considera boa a proposta do governo. Entretanto, ele aproveitou para passar ao comandante o problema relacionado à folga dos militares, que têm direito a 48 horas de descanso e nem sempre conseguem cumprir o período todo porque existem eventos da corporação.

O coronel disse aos militares que desconhecia o problema e garante providências em relação ao assunto. A reunião de hoje, segundo os militares, ocorre a cada dois meses e não foi marcada para discutir exclusivamente o reajuste.

MEC vai propor nova estrutura para cursos de pedagogia
O Ministério da Educação (MEC) vai encaminhar ao Conselho Nacional de Educação (CNE), na próxima semana, uma proposta de modificação dos cursos de pe...
Motoristas envolvidos em contrabando terão habilitação cassada
O motorista que for condenado por dirigir veículo usado para receptação, descaminho ou contrabando de mercadorias terá sua carteira de habilitação ca...
STF decide que Ministério Público pode cobrar multas de ações penais
O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu hoje (13) que o Ministério Público tem competência para ajuizar ações de cobrança de multas definidas em con...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions