A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

26/12/2013 15:23

Repasse de R$ 2,5 milhões será investido em exames e diagnósticos no Estado

Mariana Lopes e Aline dos Santos
(Foto: Cleber Gellio)(Foto: Cleber Gellio)

Foi assinado na manhã desta quinta-feira (26), na Governadoria de Mato Grosso do Sul, o repasse de recurso de R$ 2,5 milhões, que serão investidos na Saúde do Estado, especificadamente em exames de alta complexidade e diagnósticos.

O total do valor será dividido entre Campo Grande e Corumbá, que ficam com R$ 1,5 milhão. Dourados terá repasse de R$ 733 mil e Três Lagoas de R$ 266 mil.

A vice-prefeita de Corumbá, Márcia Rolon (PT), destacou a importância do recurso para melhorar a Saúde do Estado. “Os municípios sozinhos não conseguem, principalmente na alta complexidade, como radioterapia, cirurgias”, enfatiza a petista.

Em Três Lagoas, que teve o hospital todo equipado pelo Estado, a prefeita Márcia Moura (PMDB) enxerga que o recurso é fundamental para investir na Saúde e ressaltou a administração municipalista do Governo do Estado.

“O município atende a macroregião e agora o hospital servirá de apoio ao curso de medicina da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul)”, pontua Márcia.

O prefeito de Dourados, Murilo Zauith (PSB), sugeriu que seja feita uma licitação para contratar profissionais para fazer cirurgia eletiva, que, junto com os exames, é apontada como a maior dificuldade nos hospitais.

Segundo um técnico da Secretária de Saúde de Dourados, o município está com 60 mil procedimentos represados, por falta de condições de atender a demanda.

De acordo com o governador do Estado, André Puccinelli (PMDB), recentemente foram repassados R$ 6,6 milhões aos hospitais filantrópicos de Mato Grosso do Sul. Ele afirma que o Estado cumpre o repasse de 12% do orçamento para a Saúde.

O governador pontua que seria necessário mais de R$ 40 bilhões de recursos por ano para manter o SUS. “Infelizmente o dinheiro é pouco, mas o pouco com Deus é muito”, diz Puccinelli.

A assinatura do repasse foi feita pelo governador e contou a presença de representantes de todas as cidades beneficiadas, exceto a Prefeitura de Campo Grande, que não mandou ninguém para participar da solenidade e foi bastante criticada por Puccinelli.

 

Ministério abre consulta sobre Plano Nacional de Segurança Pública
O Ministério da Segurança Pública lançou hoje (19) uma consulta pública sobre o plano nacional do setor. O documento, intitulado Plano Nacional de Se...
Com 3 chances na semana, amanhã a Mega-Sena pode pagar até R$ 17 milhões
Excepcionalmente nesta semana em que a Mega-Sena terá três sorteios, amanhã (20) a bolada a ser sorteada é de R$ 17 milhões para quem acertar as seis...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions