A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

06/06/2015 20:45

Riscos da falta de combustível na estrada é alertado por CCR MSVia

Lúcio Borges

Os riscos da chamada pane seca, a parada do veículo por falta de combustível, está sendo tratado e levado a uma maior consciência dos motoristas de Mato Grosso do Sul neste feriadão de Corpus Christi. Os dias de folga e passeio, que movimentam as estradas do Estado, está servindo para a concessionária que administra as rodovias federais no MS, a CCR MSVia, para a realização de uma campanha de conscientização dos motoristas sobre o tema.

A campanha envolve a afixação de faixas em pontos estratégicos da rodovia e distribuição de folhetos didáticos ao longo de toda a BR-163/MS, que corta todo o Estado.

Segundo Keller Rodrigues, gestor de Interação com o Cliente da CCR MSVia, nos últimos meses foi identificada uma tendência de aumento dos casos de pane seca, especialmente entre veículos pesados nas proximidades do Anel Viário de Campo Grande. “Os motoristas deixam para abastecer no limite da autonomia dos veículos, em especial os caminhões e carretas, e nem sempre conseguem chegar a um posto de serviço a tempo, ficando pelo caminho”, diz o engenheiro.

O gestor lembra que por emio da campanha, a CCR MSVia está alertando aos motoristas para os riscos que esse tipo de situação pode gerar. “Por falta de combustível, um veículo pode parar em qualquer lugar e isso pode acontecer em um momento crítico de ultrapassagem, o que potencializa o risco de acidente”, exemplifica Rodrigues.

Mal desempenho

Rodrigues aponta ainda, que trafegar com o tanque de combustível na reserva também representa esforço desnecessário do sistema de alimentação do motor, prejudicando seu desempenho e reduzindo sua vida útil do veículo.

Outro alerta feito no folheto que estará sendo distribuído na BR-163/MS pelas equipes da CCR MSVia é que a chamada pane seca pode levar à multa do condutor, conforme os artigos 27 e 180 do Código de Trânsito Brasileiro.

“Se o motorista fizer uma programação de abastecimento mais folgada, não vai correr esses riscos e fará uma viagem segura e tranquila, que é a nossa principal intenção com essa campanha”, diz Rodrigues. “Afinal, todos queremos que a BR-163/MS se transforme na Rodovia da Vida”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions