A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

16/11/2009 10:24

Secretário questiona CRM sobre interdição de hospitais

Redação

O secretário de Saúde de Dourados, Mário Eduardo Rocha Silva, questiona a decisão do CRM (Conselho Regional de Medicina) de exigir diretores clínicos para o Hospital da Vida e Hospital da Mulher. Em entrevista à rádio Grande FM, ele informou que os dois hospitais são apenas unidades do Hospital Evangélico, que possui diretor clínico. O Evangélico assumiu a administração dos dois hospitais públicos em maio deste ano.

"Não pode existir três diretores clínicos numa mesma instituição. Não existe irregularidade. Os médicos que trabalham nos dois hospitais até poderiam exigir diretores clínicos, mas não tem nada da parte deles", afirmou Mário Eduardo.

O secretário disse que se não houver acordo com o CRM, existe possibilidade de a prefeitura e o Evangélico entrarem com mandado de segurança para discutir a exigência do conselho na Justiça. Ele levantou suspeitas de interesse político no caso. "Por que não houve interdição do CRM quando faltavam médicos e UTI?", questionou.

Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...
Município de Itaporã comemora 64 anos de emancipação neste domingo
Conhecido como Cidade do Peixe, Itaporã, distante 227 km de Campo Grande, comemora 64 anos de emancipação neste domingo (10). A prefeitura municipal ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions