A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

20/08/2015 17:56

Servidores do Incra entram em greve e engrossam paralisações de órgãos federais

Michel Faustino
Servidores do Incra, Poder Judiciário e Ministério Público da União em Mato Grosso do Sul estão em greve. (Foto: Divulgação)Servidores do Incra, Poder Judiciário e Ministério Público da União em Mato Grosso do Sul estão em greve. (Foto: Divulgação)

Os servidores do Incra-MS (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária de Mato Grosso do Sul) paralisam as atividades por tempo indeterminado nesta sexta-feira (21). A decisão foi tomada em assembleia realizada pela categoria, no dia 14 deste mês.

Os servidores reivindicam a reestruturação do órgão no Estado através da recomposição do quadro de funcionários, dos níveis salariais, melhores condições de trabalho e atendimento ao público.

Segundo os dirigentes do movimento, o Governo federal ignora a reforma agrária e a gestão fundiária do País, “sucateando o Incra, ameaçando a soberania territorial e alimentar”. Eles rejeitam ainda a proposta do Ministério do Planejamento de reajuste de 21,3% parcelado em quatro anos (2016-2019).

Atualmente, o Incra em MS, conta com 168 funcionários na ativa, dos quais 30% estão destinados a permanecerem nos postos, atendendo setores estratégicos como protocolo, pagamentos, sala de cidadania urgentes.

Mobilização - Nesta sexta-feira, os manifestantes estarão concentrados a partir de 9h30 na entrada principal do Incra-MS, na Rua 25 de Dezembro, esquina com a Antônio Maria Coelho, no prédio onde funcionou o Shopping Center Marrakech. No local serão ficados faixas, cartazes e haverá distribuição de panfletos esclarecendo o motivo da paralisação.

Outros órgãos - A greve dos servidores do Incra-MS engrossa a paralisação de órgãos federais no Estado. Nesta quinta-feira (20), foi deliberada também a greve dos servidores do Poder Judiciário e Ministério Público da União em Mato Grosso do Sul.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions