A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

09/05/2016 11:19

Sindicato afirma que nada justifica conduta de PRF presa com 103 kg de cocaína

Guilherme Henri
A carga apreendida foi avaliada em R$ 3 milhões (Foto: Divulgação)A carga apreendida foi avaliada em R$ 3 milhões (Foto: Divulgação)

O SinPRF (Sindicato da Polícia Rodoviária Federal) de Mato Grosso do Sul disse estar surpreso com a notícia do envolvimento de uma policial da corporação com o tráfico de 103 quilos de pasta base. A afirmação é do presidente da instituição, Ademilson de Souza que ainda destacou que nada justifica o desvio de conduta da policial, presa no sábado (7), no interior de São Paulo.

De acordo com o sindicalista, independente de ter cometido um crime, o papel do sindicato é o de auxiliar a família da policial. “Não existe estimativa mas, há anos que ocorrências envolvendo policiais rodoviários federais com o tráfico de drogas não eram registradas no Estado, ainda mais com a suposta autoria de uma policial. Claro que uma notícia como esta nos entristece, pois nenhuma corporação quer um policial seu envolvido com algo do tipo”, disse o presidente.

Vale lembrar que o salário inicial de um policial rodoviário federal é de R$ 6.719 e pode atingir o teto de até R$ 12 mil.

Em coletiva realizada na manhã desta segunda-feira (9), o superintendente regional da PRF, Luiz Alexandre Gomes da Silva revelou que esta não é a primeira vez que a policial é detida com ilícitos. Em janeiro de 2015, mesmo se apresentando como policial foi submetida a revista em seu veículo onde foram encontrados produtos de descaminho no município de Ponta Porã.

Além do histórico de crimes, ela também possuía recorrência em licenças médicas concedidas por atestados e no momento em que foi presa estava de férias.

O flagrante de tráfico foi feito no sábado por policias do TOR (Tático Ostensivo Rodoviário). A droga, avaliada em R$ 3 milhões, estava em uma Renault Duster com placas de Campo Grande. Quando a condutora foi parada pelos policiais se mostrou nervosa, alegou que estava indo para Americana, no interior paulista, para comprar roupas, se identificou como policial rodoviária federal e tentou evitar a batida policial. O flagrante foi no quilômetro 212 da rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-225), a Bauru-Jaú, em Pederneiras.

 

Mega-Sena acumula e prêmio no sábado pode chegar a R$ 39 milhões
A Mega-Sena mais uma vez ficou sem vencer na noite desta quarta-feira (13) e, assim, acumulou. O prêmio pode subir para R$ 39 milhões no sorteio do p...
Chuva intensa de meteoros terá pico na madrugada de quinta-feira
A chuva de meteoros Geminídeos – uma das mais intensas e brilhantes do ano – vai ocorrer durante a noite de hoje (13) e a madrugada de amanhã (14) e ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions