A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

10/03/2009 16:16

Sonegação na divisa com SP gera prejuízo de R$ 6 mi a MS

Redação

O esquema de sonegação descoberto em Jupiá, divisa entre Mato Grosso do Sul e São Paulo, gerou prejuízo de R$ 6 milhões aos cofres públicos do Estado em apenas um ano. O caso começou a ser descoberto no mês passado, quando funcionários contratados para a fiscalização foram presos. O grupo não pagava os devidos impostos de queijos, esquadrias metálicas e madeira.

Ao todo, dez pessoas foram flagradas pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) por envolvimento no esquema. Todos estavam detidos provisoriamente até 4 de março, quando a Justiça decretou a prisão preventiva dos acusados. Os envolvidos com o esquema tiveram a prisão preventiva decretada pelo Juiz Eduardo Floriano Almeida e continuam na 1ª Delegacia de Polícia em Três Lagoas, cidade distante 326 quilômetros de Campo Grande.

Entre os presos estão dois empresários, beneficiados pela sonegação. Entretanto, apenas o nome de Ricardo Zadi foi divulgado.

Já o segundo empresário, foi preso na semana passada, em Marília, cidade do interior paulista. Contudo, nada foi divulgado acerca do flagrante, assim como o nome do empresário.

A ação começou a ser desarticulada dia 19 de fevereiro, quando três integrantes do bando foram presos. Na primeira operação, foram flagrados dois fiscais auxiliares da empresa terceirizada Digito, Sebastião Mota Oliveira Filho e Gilson Vitório de Siqueira, além do motorista Fernando Cesar Roque.

Já no dia 27 de fevereiro, foram presos mais quatro auxiliares de fiscalização

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions