A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

25/02/2010 21:53

Taxista de Três Lagoas é sequestrado e encontrado em SP

Redação

Sequestrado ontem à tarde por dois homens, o taxista três-lagoense Antônio Ribeiro de Paiva, 73 anos, foi encontrado na madrugada de hoje, no posto Maristela, localizado na rodovia Presidente Castelo Branco, no estado de São Paulo.

Conforme o site Rádio Caçula, Antônio estava no ponto de táxi 1 quando a dupla, aparentando ter 19 e 35 anos, chegou ao local e solicitou uma corrida até a estação rodoviária.

O problema é que no trajeto, os bandidos pediram que o taxista parasse numa casa, onde um amigo embarcaria, já que seguiria viagem juntamente com eles. Quando estacionou o veículo Chevrolet Classic Life, placas HTP-8830, em frente ao imóvel, um dos passageiros pediu para Antônio desligar o carro.

Nisso foi anunciado assalto e ordenado que o idoso entregasse a direção do carro e sentasse no banco do passageiro. Segundo a vítima, o criminoso disse que se caso ele reagisse iria morrer, pois o comparsa estava armado com um revólver calibre 38 e ele com uma pistola 765.

No percurso, um dos assaltantes revelou a Antônio que era foragido da polícia e já respondia a 90 processos. Os bandidos seguiram para o estado de São Paulo e ao chegarem à cidade de Lençóis Paulistas, tentaram abastecer o carro, porém ao perceber uma grande movimentação no posto desistiram e retornaram para a rodovia.

Horas depois, a dupla parou em outro posto onde abasteceu o táxi e pagou com o cartão de crédito da vítima. Durante todo o trajeto, o taxista era obrigado a pagar os pedágios com o seu dinheiro.

Próximo a Bauru, como a vítima já estava sem dinheiro para pagar o pedágio, os assaltantes ordenaram que Antônio permanecesse abaixado no carro, pois eles iriam arrumar dinheiro. Os bandidos entraram em uma cidade vizinha e assaltaram uma lanchonete, roubando a quantia de R$ 186.

Em seguida, abandonaram Antônio no posto Maristela e empreenderam fuga no sentido a cidade de Tatuí onde, conforme eles, moram com suas famílias.

Na altura do quilômetro 190 da Castelo Branco, a PMR (Polícia Militar Rodoviária) realizava blitz de rotina, momento em que a dupla furou o bloqueio policial dando início a uma perseguição que envolveu cinco viaturas e mais de dez policiais.

Depois de percorrer mais de 80 quilômetros, o assaltante que dirigia o veículo perdeu o controle da direção e colidiu em um barranco. A dupla abandonou o táxi e continuou a fuga a pé em meio a um canavial.

Os policiais fizeram uma varredura na região com o auxilio de cães farejadores, mas não conseguiram localizar os criminosos. Antônio e o carro que pertence ao seu amigo, o taxista Hélio Mota de Oliveira, 51, foram levados para a Delegacia de Polícia Civil de Boituva onde o caso foi registrado.

A vitima já está em sua casa em Três Lagoas.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions