A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

12/05/2009 15:35

TJ não recebe suspeição de militar condenado a 20 meses

Redação

A 4ª Turma Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul conheceu o pedido de exceção de suspeição apresentado pelo capitão da Polícia Militar, Waldomiro Centurião Machado.

Ele recorreu na tentativa de anular sentença do juiz da auditoria militar, Alexandre Antunes da Silva, que o condenou a um ano e oito meses de detenção em regime aberto em 7 de fevereiro de 2007.

Segundo o desembargador Rêmolo Letteriello, relator do processo, a exceção de suspeição deveria ser protocolada até o dia 20 de janeiro deste ano. No entanto, a defesa do militar fez o pedido nove dias após o prazo.

Centurião recorreu contra a sentença de Antunes. Ele e o soldado da PM Antônio Amauri Rolon foram condenados a um ano e oito meses de reclusão por lesão corporal leve.

Os dois teriam prendido e agredido Thiago de Andréa Nahabedian, funcionário do Centro de Educação Infantil (Ceinf) do Conjunto Oliveira 2, em Campo Grande, em 19 de outubro de 2004.

Na época, eles teriam algemado e agredido Thiago a socos e pontapés. A dupla ainda o teria colocado num pau de arara e enfiado um saco plástico em sua cabeça, fazendo-o desmair cinco vezes. A decisão do Tribunal de Justiça ainda cabe recurso.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions