A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

28/06/2013 17:42

TJ nega adicional por tempo de serviço e servidores caminham para greve

Mariana Lopes e Jéssica Benites
Servidores receberam com rejeição resultado da reunião no Tribunal de Justiça (Foto: Simão Nogueira)Servidores receberam com rejeição resultado da reunião no Tribunal de Justiça (Foto: Simão Nogueira)

O presidente do Tribunal de Justiça, Joenildo de Sousa Chaves, negou as reivindicações feitas pelos servidores e o Sindijus (Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul) já fala em possibilidade de greve no poder judiciário.

Entre os pedidos dos servidores, estava o adicional por tempo de serviço, o aumento do valor do auxílio alimentação e 10% de aumento no salário em julho e agosto.

Após a reunião com o presidente do TJ, na tarde de hoje, o presidente do Sindjus, Clodoir Fernandes Vargas, leu aos servidores a decisão de Joenildo, que foi recebida com rejeição pela categoria.

Segundo os funcionários, o presidente do TJ havia prometido no final do ano passado um pacote de benefícios. Em forma de protesto, os servidores espalharam sacos de lixo pelo Tribunal e justificavam dizendo que foi o máximo de “pacote” que ganharam do presidente.

A justificativa de Joenildo foi de que o Tribunal de Justiça não tem condições de conceder o aumento neste momento.

Sobre o auxílio alimentação, a categoria pontuou que juízes e desembargadores aposentados recebem R$ 1,2 mil, enquanto o valor do benefício dos servidores é de R$ 412.

O que eles querem é que o presidente do TJ corte o auxílio alimentação dos desembargadores e diminua o valor do benefício dos juízes, equiparando ao deles quando for aumentado, no valor de R$ 700, conforme Joenildo havia prometido, de acordo com os servidores.

“Não tem motivo para os juízes ganharem a mais se o valor do alimento no supermercado é igual para todo mundo, independente de cargo”, questionam os servidores.

Diante do descontentamento dos servidores, o presidente do sindicato não descarta que a categoria entre em greve. “Eles estão cansados de só promessa”, ressalta Clodoir.

Contudo, a manifestação dos servidores foi pacífica. O grupo estava com cartazes e camisetas com frases de protestos e cantaram o Hino Nacional enquanto aguardavam o resultado da reunião.

Amanhã, o Sindjus marcou uma reunião com todos os trabalhadores do judiciário para definir os próximos passos do movimento. O objetivo é mobilizar os servidores de todo o Estado. Na próxima quarta-feira (3), haverá uma paralisação da categoria em âmbito estadual.

Com possibilidade de perder adicional, servidores ameaçam parar judiciário
Reunião na tarde desta sexta-feira (28) no Tribunal de Justiça pode desencadear manifestações contra o TJ em Mato Grosso do Sul. Segundo o Sindjus (S...
Indenizações por morte no trânsito crescem 24% em relação a 2016
O número de indenizações pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Seguro Dpvat) entre janeiro e novemb...
ANS regulamenta novas regras de compartilhamento para planos de saúde
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicou duas resoluções normativas na tentativa de dar mais segurança e estabilidade ao mercado de pla...


Pessoal. Não houve má fé por parte da administração do TJ atual.Nao estão vendo? Pelo contrário,vejo sincera vontade de fazer pelos servidores,como vem sendo feito.O Des.assumiu há apenas 4 meses e está aos poucos colocando a casa em ordem,de outras administraçoes.O conhecí qdo Juíz em Amambai e TODOS sempre o respeitaram e vice-versa.Um coração mto generoso e bom.O gabinete dele sempre esteve aberto p todos.Ou alguém fala o contrário?Acontece q começaram a falar mil coisas ali na frente.Quero receber tb!Analisando,não há base legal,mas o restante vem sendo feito de outras formas e benefícios nos tem sido dados e serão.Qnta gente ruim,comentários maldosos.Estudaram mto p estar aonde estão.N é simples assim quererem equiparar.Meu filho está estudando p passar p juíz e nao é pouco. lamento.
 
Mariana Silva em 04/07/2013 17:29:37
Vejo exaltações nas acusações! q injustiça.Não houve má fé por parte da administração do TJ atual.Pelo contrário,vejo mta vontade de fazer pelos servidores,como vem sendo feito.O Des.assumiu há apenas 4 meses e está aos poucos colocando a casa em ordem,de outras administraç.O conhecí qdo Juíz em Amambai e TODOS sempre o respeitaram e vice-versa.Um coração mto generoso e bom.O gabinete dele sempre esteve aberto p todos.Ou alguém fala o contrário?Acontece q começaram a falar mil coisas ali na frente.
Quero receber tb!Analisando,não há base legal,mas o restante vem sendo feito de outras formas e benefícios nos tem sido dados e serão.Qnta gente ruim,comentários maldosos.Estudaram mto p estar aonde estão.N é simples assim quererem equiparar.Meu filho está estudando p passar p juíz e nao é pouco
 
Marianah Andrade em 04/07/2013 17:10:55
Se quem acha que ganhamos demais, sempre tem concurso é só estudar e passar... cada classe tem o direito de lutar pelo que é justo dentro de uma categoria....eu sei que dentro da policia os soldos são diferentes conforme a patente... no Judiciário tbm é assim, só que para nós não esta sendo nada perto do que se concede aos Juízes... e eles conseguem tudo via administrativa, nós qto ao ATS (Adicional por Tempo de Serviço), que por algum tempo foi calculado errado pelo TJ e pago a menos, estamos esperando por isso ha 14 anos a parte incontroversa já esta em precatório e a outra parte ainda não transitou em julgado podendo sim ser paga, mas os togados pressionam o Pres. TJ, para não ser pago, isso com recursos próprios. Qto ao Aux Alimentação o dos Srs Juízes e Des. esta em torno de R$ 1.200,00.
 
Marcia Garcia em 29/06/2013 23:22:50
Manda essa galera, juízes e desembargadores comerem em casa. Esse povo já ganha bem de mais para ainda receber auxílio alimentação. É muito abuso com o nosso dinheiro!
 
Agnello de Mello e Silva em 29/06/2013 09:07:11
Hoje o país passa por mudanças com inflação altíssima e o índice de aumento da maioria dos servidores em 6%. Agora estão brigando por tic alimentação, enquanto a maioria dos servidores em gral nem isso tem e com salário bem menor do que a do pessoal do Judiciário é demais.
 
Lucia Monteiro em 29/06/2013 08:12:18
Parabéns ao presidente do TJ, esse pessoal já ganha o suficiente, muito além do que ganham os trabalhadores das empresas privadas. Quem é que ganha R$ 470,00 de auxílio alimentação para trabalhar 6 horinhas por dia? Além disso, é só acessar os salários desse pessoal no site do TJ pra ver que a média fica em uns 5 mil por mês. Querem ganhar como juiz? Estudem e passem no concurso.
Tenho dito.
 
Moisés Spipe de Oliveira em 29/06/2013 00:08:17
Sou servidora do Poder Judiciário há 24 anos...já tive muito orgulho em pertencer àquele órgão, mas agora, a falta de respeito para com nós servidores é tamanha que apenas digo: sou funcionária do Fórum....Ali passei e passo bons e maus momentos, criei e estou criando meus filhos e agradeço a Deus todos os dias por me permitir ter um trabalho digno, onde não preciso passar a perna em ninguém para receber meus proventos no final do mês, onde não preciso tirar da boca de ninguém para ganhar o meu....Mas, a falta de respeito que estamos vivendo por parte de nosso superiores chega a doer...Não quero ganhar mais ou menos que ninguém, apenas quero que nossa classe seja reconhecida pelo trabalho que faz que é de suma importância dentro de uma sociedade e sermos mais valorizados ...
 
Lucimara Ap.Buzinaro Ajala em 28/06/2013 22:46:29
Se estão insatisfeitos, passa o auxilio de R$ 412,00 para os Policiais e Bombeiros, e recebam o deles que são R$ 100,00.
 
Murilo Insabralde Segato em 28/06/2013 22:02:47
É isso aí temos que divulgar e contar com o apoio da mídia, pelos nossos direitos, afinal os magistrados já receberam esse direito.
 
DAIR SOARES DOS SANTOS em 28/06/2013 21:32:27
Engraçado que não tem verba para os servidores mas para a magistratura aprovaram um adicional de férias de 2/3 e agora estão fazendo estudo para recebem este valor retroativo! VERGONHA DE SER BRASILEIRO!
 
Rodrigo Santos em 28/06/2013 20:22:35
Meu Deus, o Des. Presidente do TJ/MS só está preocupado com os Desembargadores e Juízes, os funcionários são apenas uma peça do TJ/MS que ele não sabe dar valor necessário, pois se não fosse os servidores o Judiciário de MS, o TJ/MS não conseguiria cumprir metas impostas pelo CNJ.
 
Glisa Alez em 28/06/2013 19:36:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions