A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

07/04/2010 11:23

TJ nega pedido à Agepen e mantém transferência de presos

Redação

A seção criminal do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) negou hoje o pedido da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) para derrubar a decisão que manda transferir 150 presos da Penitenciária de Segurança Máxima de Campo Grande, que enfrenta superlotação. O presídio tem capacidade para 617 pessoas, mas tem 1.677 presos.

A decisão do juiz da 1ª Vara de Execuções Penais, Francisco Gerardo de Souza, dava prazo até dia 17 de março para que as transferências fossem feitas.

Contudo a Agepen alegou que não tem condições de cumprir a decisão e recorreu ao TJ.

O agravo regimental em mandado de segurança proposto pela Agepen, inicialmente, seria votado no dia 17 de março, mas foi adiado por falta de quorum. No dia 24, o pedido entrou em votação, mas o desembargador Carlos Contar pediu vistas do processo. Neste período, o prazo estabelecido pelo juiz ficou suspenso. Hoje, a decisão foi tomada em caráter liminar e abrange apenas a transferência de presos.

Ao todo, o juiz Francisco Gerado de Souza determinou a transferência de 663 presos. A Agepen recorreu, mas o desembargador Dorival Moreira dos Santos negou a concessão de liminar, em mandado de segurança, para suspender a decisão do magistrado.

No TJ/MS, a Agepen entrou com dois agravos, um somente para a Máxima, que foi analisado nesta quarta-feira, e outro para o Centro de Triagem e Presídio de Trânsito, que totalizam a transferência de mais 513 internos.

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions