A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

06/08/2010 13:32

Trânsito da Capital matou nove; oito eram motociclistas

Redação

O mês de junho foi marcado por tragédias no trânsito de Campo Grande. Em 31 dias, foram nove mortes e o mais preocupante: oito mortos eram motociclistas. A estatística é da Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito), que registra somente mortes no local do acidente.

Desde dezembro de 2008, quando foram 11 mortes, o trânsito de Capital não matava tanto. Em junho, foram quatro mortes. A situação dos condutores de moto, em que a "lataria" é o próprio corpo, se agrava diante de comportamentos como não utilizar o capacete de forma correta e pilotar sem ter CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Diante de tamanha violência nas ruas da Capital, que persiste mesmo com ativação de radares, desde maio o Comitê de Gestão Integrada de Trânsito vai aos locais de acidentes com morte em busca de explicações.

"A gente vai ao local do acidente, tira foto, verifica se há sinalização, conversa com moradores", afirma a técnica em educação para o trânsito da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Vera Lúcia de Matos.

Segundo ela, não são detectados problemas como falta de sinalização ou de condições de tráfego na via. "

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions