A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

14/08/2013 17:18

Treze médicos estrangeiros se inscreveram para trabalhar em MS

Viviane Oliveira
Pacientes na Santa Casa, maior hospital do Estado. (Foto: Cleber Gellio) Pacientes na Santa Casa, maior hospital do Estado. (Foto: Cleber Gellio)

O primeiro mês de seleção do programa Mais Médicos, encerrado ontem (13), teve a confirmação de 25 médicos que vão atuar em Mato Grosso do Sul, sendo 12 brasileiros e 13 com registro profissional de fora do país. Dos 45 municípios que aderiram ao programa, apenas cinco foram contemplados. Os médicos começarão a atender na segunda quinzena de setembro.

Serão designados sete médicos para Campo Grande, cinco para Corumbá, um para Caracol, três para Ponta Porã e um para Sete Quedas. O número de vagas preenchidas equivale a 11,5% da demanda dos municípios, que pediram no total 217 médicos para completar o quadro na atenção básica do SUS (Sistema Único de Saúde).

Dos 1.618 médicos confirmados em todos os estados do Brasil na primeira seleção do programa, 1,096 já atuam no Brasil, 358 são estrangeiros e 164 são brasileiros graduados no exterior. Cerca de 6,5 milhões de pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde) serão beneficiados na primeira etapa do Mais Médicos.

Os profissionais atuarão em 579 municípios e 18 DSEIs (Distritos Sanitários Especiais Indígenas). A maioria (67,3%) dessas regiões está em áreas de extrema pobreza e distritos de saúde indígena. As demais 32,7%, em periferias de capitais e regiões metropolitanas.

O desempenho do primeiro mês programa cobriu 10,5% da demanda apresentada pelos 3.511 municípios que aderiram ao programa e apontaram a existência de 15.460 vagas nas unidades básicas de saúde. Mais de 1.096 cidades prioritárias não receberão profissionais neste momento, de um total de 2.032 que ficaram de fora.

Segunda etapa - O Ministério da Saúde abre na próxima segunda-feira (19) inscrições para a segunda seleção mensal para médicos brasileiros e estrangeiros. Também será permitida a entrada de novos municípios no programa.

Dos 18 distritos indígenas que receberão médicos, 15 estão no Norte, um no Nordeste e dois no Centro-Oeste, dessa vez Mato Grosso do Sul não foi contemplado.

No estado já foram investidos R$ 31,6 milhões para obras em 191 unidades de saúde e R$ 7,4 milhões para compra de equipamentos para 69 unidades. Também foram aplicados R$ 16,9 milhões para construção de nove UPAs (Unidade de Pronto Atendimento) e R$ 26,5 milhões para reforma e construção de 20 hospitais.



Uma pena que veio apenas 13 pois deveria vir uns mil, para atender a população que sofre nas mãos dos médicos que trabalham de (má vontade ) e humilha seus pacientes, no sistema único de saúde(sus). Sejam ben vindos e que Deus ajude a mudar a realidade na saúde do nosso povo, por conta dos médicos corruptos
 
charlie rodrigues em 15/08/2013 09:41:21
Coitado de quem precisa ser atendido pelo SUS.. Ainda bem que não preciso... Bom começar a dar aula de espanhol nas escolas publicas.. Povo tá ferrado viu.
 
Maria Eunice em 15/08/2013 09:37:34
Tem que vir médico de fora mesmo, os nossos não querem trabalhar em cidade pequena.
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 15/08/2013 07:58:42
Virão mais com fé em Deus, o Mau nunca vencerá o Bem.
 
luiz alves em 15/08/2013 07:38:04
Para que é pobre e tem que usar o SUS sabe da novela que é para ser atendido pelos médicos que sempre se atrasam, mais de hora , tratam as pessoas como vermes, e acham que são Deus, espero que estes médicos estrangeiros tratem as pessoas com dignidade e respeito, pois infelizmente nossos médicos brasileiro, só pensam na riqueza que a profissão podem lhes dar, o juramento de salvar vidas fica só na conversa do final do curso, sou a favor de médicos estrangeiros sim....
 
Alexander Hildebrand em 14/08/2013 21:46:24
Gostaria de saber onde estão os médicos brasileiros, haja vista que inúmeras manifestações registravam que o problema não era a falta de médicos. Bom como a tentativa não certo de sabotar a assistência ao povo hipossuficiente quanto ao atendimento privado, gostaríamos que o programa mais médicos concretizem o seu objetivo de suprir a necessidade daqueles que mais precisa. Parabéns para aqueles que aderiram.
 
cicero aparecido pereira em 14/08/2013 21:23:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions