A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

19/08/2009 17:13

Tribunal nega recurso para acusado de abusar de crianças

Redação

O TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) negou o recurso para um homem acusado de ter abusado de duas crianças, de 7 e 9 anos de idade, há 14 anos em Três Lagoas, a 339 quilômetros da Capital.

O homem foi condenado a 12 anos e seis meses de reclusão em 1996 por manter atos libidinosos diversos da conjunção carnal com dois menores, causando lesões corporais. Condenado há 12 anos e seis de reclusão em regime fechado, ele interpôs recurso em 2002, que acabou improvido.

Agora, a defesa, com base em novo laudo de insanidade mental, pede a revisão do crime, alegando a inimputabilidade do criminoso.

O relator do processo, desembargador Carlos Eduardo Contar, afirmou que não existe prova da inimputabilidade do acusado na data dos fatos. Ele sofre de esquizofrenia.

Para o magistrado, é certo que a mencionada avaliação não demonstra que ao tempo desta ação, o réu fosse inteiramente incapaz de entender o caráter ilícito do fato praticado ou de determinar-se de acordo com esse entendimento.

O magistrado ressaltou que o perito concluiu que, em relação ao tempo do crime, ele era inteiramente capaz de entender o caráter ilícito do fato, porém não era inteiramente capaz de determinar-se de acordo com esse entendimento, o que comprova apenas a incapacidade relativa para o crime analisado naquela perícia.

Desta forma, os desembargadores da Seção Criminal, por unanimidade e com o parecer da Procuradoria-Geral de Justiça, indeferiram o pedido.

Câmara Federal regulamenta carreira dos agentes comunitários de saúde
Com a presença de agentes comunitários nas galerias da Câmara, os deputados federais concluíram hoje (12) a votação do projeto de lei que regulamenta...
Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país
Farmácias e drogarias de todo o país vão poder oferecer o serviço de vacinação a clientes. A possibilidade foi garantida em resolução aprovada hoje (...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions