A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

29/09/2009 17:05

Um dia após ladrão levar a filha, mãe fala do desespero

Redação

Com apenas 4 anos, a menina que na noite de ontem passou por um susto de deixar qualquer adulto em pânico, lembra hoje com mais calma como foi ser levada por um assaltante, após roubo à sorveteria da família.

Corajosa, ela conta que buscou ajuda de uma moradora do bairro Santa Emília, em Campo Grande, após ser levada pelo assaltante que ao fugir pegou o carro de seu pai.

Um dia após o crime, a mãe, de 29 anos, fala do desespero que sentiu durante as 3h em que ficou sem saber o que havia acontecido com a filha.

Um adolescente invadiu a sorveteria por volta das 21h para roubar. A criança dormia dentro do carro e acabou levada. A mãe conta que o garoto entrou no estabelecimento, no bairro São Jorge da Lagoa, no horário de fechamento.

"Eu havia colocado ela no carro para a gente ir embora", justifica. Ela diz que ainda pediu para que a filha mais velha, de 9 anos, também fosse para o veículo, mas não houve tempo para isso porque em seguida ocorreu o assalto.

Usando uma arma, o adolescente pegou R$ 200,00 que estavam no caixa e pediu as chaves do carro, um Fiat Tipo. Quando ele ia sair com o veículo, o pai da criança, de 32 anos, correu para fora e pediu para tirar a menina, que dormia no carro.

Mas, o assaltante pensou que ele fosse reagir e atirou uma vez, contra o homem. O disparou atingiu apenas a parede da sorveteria.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions