A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

11/01/2010 15:01

Usina alega que chuva provocou atraso no pagamento

Redação

A CBAA (Companhia Brasileiro de Açúcar e Álcool) enviou nota informando que o atraso nos salários dos trabalhadores da usina de Quebra-Coco, em Sidrolândia, ocorreu por conta do grande volume de chuva que tem prejudicado o processo de produção.

De acordo com a empresa, o atraso não tem nenhuma relação com o processo de recuperação judicial da Companhia, deferido em novembro pelo juiz da 8ª Vara Cível de São José do Rio Preto (SP).

A Companhia alega ainda que nenhuma das usinas que entrou em processo de recuperação judicial fechou e todas elas continuam desenvolvendo suas atividades. Essa era uma preocupação do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Açúcar e Álcool de Rio Brilhante e Região.

Segundo a CBAA, a empresa tomou a melhor decisão ao entrar com o pedido de recuperação, para reestruturar e honrar os compromissos assumidos "o mais breve possível".

Atraso - Há anos os funcionários da usina são penalizados por atrasos salariais. De acordo com o presidente do sindicato que defende a categoria, Oviedo Santos, a dívida com os funcionários da usina Quebra-Coco ultrapassa os R$ 300 mil.

Justiça do Trabalho faz acordos de R$ 6,5 milhões no Estado
A Justiça do Trabalho teve 355 acordos que somaram R$ 6.512.934,87 durante a Semana da Conciliação em Mato Grosso do Sul. Na iniciativa, realizada en...
Ministério da Saúde suspende incentivos da atenção básica em MS
O Ministério da Saúde suspendeu, nesta sexta-feira (15), repasse extra à atenção básica para sete municípios de Mato Grosso do Sul. Isso porque eles ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions