A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2018

22/12/2011 17:41

Veja dicas sobre o que deve ser revisado no veículo antes de pegar a estrada

Fernando da Mata

Em uma revisão veicular, são verificados freios, suspensão, injeção eletrônica, parte elétrica, pneus e extintores, por exemplo

Funcionário de oficina durante revisão de veículo (Foto: Simão Nogueira)Funcionário de oficina durante revisão de veículo (Foto: Simão Nogueira)

Fim de ano é a época em que muita gente aproveita para descansar e viajar. Quem faz a opção de pegar a estrada, deve se preocupar com vários detalhes para que o passeio não se transforme em dor de cabeça. Um deles é a revisão completa do veículo.

Por conta disso, o movimento nas oficinas aumenta de maneira consideravel nessa época. O gerente de vendas, José Carlos Ota, disse ao Campo Grande News que, de uma semana para cá, o movimento aumentou 30% na oficina onde trabalha, com média de 40 veículos revisados por dia.

“A revisão é a manutenção preventiva, onde normalmente o dono leva o veículo na oficina para verificar itens importantes para a viagem. Ela sai mais em conta que a manutenção corretiva”, explicou Ota.

Em uma revisão veicular, são verificados freios, suspensão (serviços de alinhamento, balanceamento, cambagem, troca de amortecedores), injeção eletrônica (limpeza de bicos injetores e velas), sistema de controle de temperatura do motor, parte elétrica, pneus, extintores, limpador de para-brisa e ar-condicionado.

Segundo Ota, o serviço sem a troca de peças sai, em média, R$ 250, incluindo alinhamento, balanceamento e troca de óleo. “Geralmente, o pessoal só faz revisão quando vai viajar. São poucos os que fazem manutenção preventiva antecipada”, relatou o gerente de oficina.

O técnico de manutenção Alexandre Ribeiro dos Santos, de 30 anos, contou ao Campo Grande News que comprou um carro há menos de um ano e já levou ele duas vezes para a revisão, mesmo sem viajar. “Faço revisão sempre, pois sai mais barato do que ficar na estrada”.

Outro proprietário de veículo cuidadoso é o autônomo Rubens Ivan Souza Salles, de 47 anos. “Trago para a revisão a cada dez mil quilômetros. Aqui é minha casa”, afirmou Salles enquanto esperava o veículo ficar pronto na oficina.

Dicas - Com um pouco de atenção, o proprietário do veículo consegue verificar se determinado item precisa ser revisado ou trocado. O gerente de oficina dá algumas dicas.

“Quando o amortecedor está todo melado de óleo, já está na hora de trocar, pois está com a vida útil prejudicada. O recomendado é trocá-lo a cada quatro anos ou a cada 80 mil quilômetros rodados. O ar-condicionado deve ser higienizado e ter o filtro trocado a cada seis meses. Para trocar o óleo, não basta olhar só a quilometragem, mas também o tempo, pois ele vence a cada seis meses”, exemplificou Ota.

Mega-Sena sorteia bolada acumulada em R$ 20 milhões nesta quarta-feira
A Mega-Sena vai sortear na noite desta quarta-feira (24), após quatro sorteios sem vencedor do prêmio principal, a bolada acumulada em R$ 20 milhões....
UEMS abre período de rematrículas; prazo vai até o dia 3 de fevereiro
Já foi aberto pela UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) o período para rematrículas dos acadêmicos da para o ano letivo de 2018. O praz...
Encomendas enviadas pelos Correios poderão ser rastreadas pelo CPF
A partir de quinta-feira (25) usuários de serviços postais dos Correios poderão acompanhar suas encomendas informando apenas os números do CPF ou do ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions