A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2019

13/10/2010 15:14

Vigilância Sanitária fecha funerária após fiscalizações

Redação

A Vigilância Sanitária e Ambiental de Campo Grande fechou uma funerária durante fiscalizações que envolvem 18 estabelecimentos da Capital desde o início do mês. Falta de higiene e de documentação obrigatória estão na mira dos fiscais.

De acordo com Tânia Carla Micnov, chefe do setor de Vigilância da Secretaria Municipal de Saúde, foram analisadas as licenças sanitária e ambiental, a higiene, toda a parte física e as condições de saúde dos trabalhadores.

"As salas onde fazem a preparação dos corpos devem ser condizentes com as regras sanitárias. Devem possuir pintura resistente, já que o local deve ser lavado varias vezes ao dia e equipamentos de segurança para profissionais, que atuam com produtos químicos, como formol", explica Tânia.

A funerária interditada não teve o nome revelado. Segundo a chefe da Vigilância, o estabelecimento recebeu um prazo para se adequar. "A funerária não tinha licença sanitária, além disso, na sala de preparo de corpos, observamos a falta de condições sanitárias, ambientais e de higiene", atestou.

De acordo com a Vigilância Sanitária, as funerárias devem respeitar o Código Sanitário do Município (leis 148 e 149/2009) para não sofrerem nenhum tipo de sanção legal.

As penalidades previstas no Código Sanitário para as irregularidades encontradas vão desde uma advertência, até multa, que varia de cem a 15 mil reais, de acordo com a gravidade do caso e interdição da funerária.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions