ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEXTA  07    CAMPO GRANDE 20º

Em Pauta

50% dos hospitalizados pelo vírus sofrem problemas neurológicos

Por Mário Sérgio Lorenzetto | 20/07/2020 08:43
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

O coronavírus ataca o sistema respiratório, mas estão surgindo muitas evidências de que também ataca diretamente o sistema nervoso. É algo inesperado. O cérebro se caracteriza por uma das melhores formas de defesa que temos. Se há uma bactéria ou um vírus atacando o resto do corpo, a barreira sanguínea no cérebro impede que esse micróbio entre no cérebro.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

O filtro sanguíneo no cérebro.

Temos um potente filtro no sangue que chega ao cérebro. Essa defesa permite que o sangue com o oxigênio chegue desde os capilares até os neurônios, mas filtra o resto de tóxicos, bactérias e vírus que se movem pela corrente sanguínea. A ruptura dessa barreira é algo que os cientistas não tinham visto até bem pouco tempo.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Um leque imenso de problemas neurológicos.

O trabalho mais recente contou com 1.683 pacientes, internados em Madrid. Foram acompanhados por 50 dias. Encontraram células do endotélio, a camada interna dos tecidos do coração e dos vasos sanguíneos, levando à conclusão da quebra da barreira cerebral. A lista dos problemas neurológicos é imensa.
Mialgia (dores musculares de origem nervosa), dor de cabeça e ânsia, são os mais comuns. Aparecem transtornos de consciência nos mais idosos. Também aparecem insônia, ansiedade e psicose. Não são comuns, mas surgem alterações do sistema nervoso autônomo, AVC e transtornos do movimento.