ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  19    CAMPO GRANDE 23º

Em Pauta

Grandes ambientes de trabalho são um problema na pandemia

Por Mário Sérgio Lorenzetto | 22/05/2020 06:20
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Distanciamento social, esse é o único remédio que temos, até agora, contra o covid-19. Onde houver aglomerações, haverá infecções, quem duvidar, muito provavelmente será infectado. Algumas indústrias planas, sem paredes internas, são um ótimo ambiente para o vírus prosperar.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

A experiência norte-americana.

Apesar de sua decadência, os Estados Unidos continuam sendo o modelo a ser copiado por muitos brasileiros. Para quem acompanha o noticiário dos EUA viu que a maior fonte de transmissão do novo coronavírus, fora das grandes metrópoles, foram os frigoríficos. Vários Estados norte-americanos fecharam esses estabelecimentos devido à grande transmissão do vírus. No maior consumidor de carne bovina mundial, esse fechamento de portas por motivos sanitários, pareceu uma heresia para muitos. Apesar da guerra movida pelo irresponsável Donald Trump para que reabrissem, os governantes estaduais mantiveram as portas dos frigoríficos fechadas por várias semanas até que a ameaça fosse debelado parcialmente.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

O Prêmio Nobel previne contra o risco dos frigoríficos abertos.

Em todos os Estados brasileiros as portas do comércio foram fechadas. As dos frigoríficos ficaram abertas. Nossos governantes não querem enxergar a realidade. O médico Peter J. Ratcliffe, de Oxford, vencedor do prêmio Nobel do ano passado, afirma sobre a continuidade de transmissão virótica que: "Eu tenho escutado muito sobre reuniões sociais. Além disso, grandes ambientes de trabalho em plano aberto [galpões, sem paredes internas] são um problema. Esperamos mitigar isso, evitando-se grandes grupos ou retomando os testes e isolando as pessoas que testarem positivo ou que tiverem sintomas".
Precisamos nos preparar para a ameaça continua representada por esse vírus em um futuro que só a vacina mudará.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário