A notícia da terra a um clique de você.
 
14/12/2017 06:51

Mulheres morrem de infarto por desconhecer sintomas

Mário Sérgio Lorenzetto
Mulheres morrem de infarto por desconhecer sintomas

A medicina é machista? Quando se fala de infarto no coração, o imaginário popular, em seguida, identifica uma dor intensa no peito que se estende para o braço esquerdo. E, efetivamente, estes são alguns dos sintomas... nos homens. Muitas mulheres apresentam sintomatologia diferente, que não é divulgada, ninguém fala delas, e esse desconhecimento mata as mulheres.
É verdade que o infarto mata mais homens que mulheres, a taxa é de 60% para homens e 40% para mulheres. Mas não falam dos 40% sofrido pelas mulheres. Funciona como se mulheres não sofressem infarto. Por desconhecimento, elas não são acudidas pelos serviços de emergência a tempo de serem salvas. Isto, unido a uma vida cada vez menos saudável - aumento de estresse, aumento de bebidas alcoólicas - esse desconhecimento está fazendo das mulheres brasileiras bucha de canhão para o infarto.
A medicina sempre situou o homem como centro das coisas, desde Vitruvio. Até há pouco tempo, as provas de todos os medicamentos eram testadas exclusivamente em homens e, portanto, não se conheciam efeitos diferentes nas mulheres. Com os infartos sucede o mesmo. A medicina conhece bem como ataca os homens, mas pouco nas mulheres.

Mulheres morrem de infarto por desconhecer sintomas
Mulheres morrem de infarto por desconhecer sintomas

O perfil de maior risco entre as mulheres.

O maior risco de infarto feminino está no grupo de mulheres com mais de 65 anos, com um perímetro da cintura que ultrapasse 88 centímetros - quer dizer, um pouco de obesidade -, com o colesterol acima de 200 mg/dl (o desejável e menor que 190 mg/dl), pressão arterial superior a 160 mmHg, sedentária, bebe muito, fumante, com altos níveis de estresse e dieta irregular, alta em gorduras. Também influi uma predisposição genética com antecedentes familiares. Se você têm dois ou mais desses fatores de risco, é conveniente ir ao médico.

Mulheres morrem de infarto por desconhecer sintomas
Mulheres morrem de infarto por desconhecer sintomas

Sintomas do infarto feminino.

Algo como 95% dos infartos femininos poderiam ter sido evitados se tivessem tratado a tempo. Quanto antes for diagnosticado, maior a probabilidade têm a mulher de sobreviver.
1. Pressão no peito e falta de ar no repouso - O problema dessa sensação indefinida de dor no peito é que possa ser confundido com um ataque de ansiedade. Nem sempre vem acompanhado de falta de ar. E a dor pode durar vários minutos, aparecer e desaparecer.
2. Dor no braço, pescoço, nuca, ombro, mandíbula ou estômago - A multiplicidade de pontos onde aparece a dor faz com que elas não relacionem com o coração, mas são alertas que o corpo emite para defender-se do colapso cardiovascular.
3. Suor frio, náusea, enjoo - O sintoma de infarto mais comum nas mulheres é de um certo mal estar geral e dor no peito. Mas é quase exclusividade para elas as náuseas, vômitos e enjoos que são confundidos com um problema na digestão.

Mulheres morrem de infarto por desconhecer sintomas


Antes de abrir a matéria eu pensei "aposto que vão falar algo sobre 'machismo'. Talvez acusem o coração de ser 'machista' por matar mulheres de infarto". Foi quase isso. Impressionante como a desconstrução social idealizada por Antônio Gramsci funcionou com precisão matemática.
 
Luis Miguel em 14/12/2017 08:59:39
imagem transparente

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.