ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  20    CAMPO GRANDE 19º

Em Pauta

Um Brasil que nunca ganha o Prêmio Nobel

Por Mário Sérgio Lorenzetto | 12/10/2021 08:32
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

O Brasil ganhou cinco Copas do Mundo de Futebol. Mas nunca ganhou um Prêmio Nobel. Somos um país totalmente excluído na área do conhecimento humano? Não é tanto assim, mas perdemos para muitos países menores e mais pobres. No placar das premiações, perdemos de 5x0 para a Argentina. O Chile tem dois (Pablo Neruda e Gabriela Mistral) e o Peru tem um (Vargas Llosa).


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Alysson Paolinelli.

Para 2021, concorremos com Alysson Paolinelli, para o Nobel da Paz.  Ex-ministro da Agricultura do governo Geisel, seu nome foi protocolado no The Norwegian Nobel Commitee por várias entidades brasileiras. Qual a justificativa? Paolinelli abriu caminho para o Brasil e os países tropicais saírem da dependência alimentar. Graças a seu trabalho, hoje, o Brasil é um dos líderes mundiais nas tecnologias na produção da agricultura. Ele é o responsável pela Revolução Verde Tropical.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Borlaug e Paolinelli.

O norte-americano Norman Boulaug recebeu o Nobel da Paz de 1970. Foi o principal responsável pela Revolução Verde. Como Bourlag, Paolinelli não é ativista nem líder de coisa alguma. Um homem em paz com seus grandes resultados. Ambos, profissionais da agronomia e da biologia vegetal, souberam estudar - e colocar em pratica - para obtermos melhorias na agricultura. Goulart ganhou o Nobel por ter feito a revolução nos países de clima temperado. Paolinelli merecia o Prêmio por ter feito a mesma revolução nos países tropicais. A pandemia deixa a grave e derradeira lição: sem comida não há paz.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário