ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  30    CAMPO GRANDE 30º

Em Pauta

Vacinas: os três milagres de outubro

Por Mário Sérgio Lorenzetto | 30/09/2020 07:44
Campo Grande News - Conteúdo de Verdade
São Nicolau tem uma extensa folha de protegidos. Além de ser o santo padroeiro da Rússia, é o protetor das crianças, das moças solteiras, dos marinheiros, dos viajantes, da Noruega e da Grécia. Foi a Rússia a narrar o primeiro milagre. Teriam criado a primeira vacina contra o coronavírus. Um milagre para São Nicolau invejar. A Sputnik, vacina russa, não foi bem recebida pela comunidade científica internacional. Ficou guardada em alguma igrejinha ou capela russa.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade
O milagre de Nossa Senhora da China.

Em 1900 a China viveu um período conturbado, denominado Revolta dos Boxers. Eram chineses de extrema direita, ultranacionalistas, que tentaram expulsar ingleses, franceses e alemães do território chinês. Em junho daquele ano, tentaram matar os moradores de Donglu, uma missão católica que havia recebido cerca de 9.000 católicos. Milhares de boxers cercaram a localidade até que uma aparição de Nossa Senhora travou o avanço das tropas. Surgia assim Nossa Senhora da China, a protetora dos chineses católicos.
Só pode ter sido um novo milagre de Nossa Senhora o lançamento da  Coronavac, a vacina chinesa que algum dia será administrada nos paulistas. Muita agitação política. Vacina? Só Nossa Senhora sabe quando surgirá.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade
Preparem-se para os milagres de outubro.

Ouviremos em outubro três anúncios de vacinas tão milagrosas quanto as russa e chinesa. Astra Zeneca, Pfizer e Moderna estão preparando o foguetório de anúncio de suas vacinas. Os fatores político e econômico pressionam para exagerar, embelezar e distorcer os dados. "América first", Trump exige das empresas farmacêuticas uma saída para o labirinto de sua reeleição. Preparem-se para a barulheira. Preparem-se para a ausência de dados e de explicações.


Campo Grande News - Conteúdo de Verdade
Eficácia, o diabo que atenta às vacinas.

Qual é a eficácia da vacina russa? Ninguém responde. Nem São Nicolau sabe. Qual a eficácia da Coronavac? Dória e sua equipe falaram sobre tudo, menos sobre a eficácia dessa vacina. Assim também reagirão aqueles que anunciarão as vacinas da Astra Zeneca, Pfizer e Moderna. Uma vacina para ser considerada minimamente eficaz necessita proteger 60% da população. Abaixo dos 50% é discutível que sirva para algo. Mas provar a eficácia de uma vacina leva muito tempo......Tempo que os políticos não aceitam. Tempo que as empresas farmacêuticas não podem esperar para ver os dólares entrando em suas contas. Tempo. Eficácia. Dois diabos que atentam as santidades das vacinas.
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário