ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  20    CAMPO GRANDE 39º

Lado Rural

Empresa vende suplemento para bovino a preço atrelado à arroba

Alternativa consegue assegurar preços do insumo e facilitar planejamento de custos

Por José Roberto dos Santos | Com Assessoria | 26/07/2021 15:03
Bois se alimentam em propriedade rural. (Foto: Divulgação)
Bois se alimentam em propriedade rural. (Foto: Divulgação)

A DSM anunciou uma iniciativa inédita para os produtores brasileiros de bovinos de corte. Desde o início desse mês, os produtos da marca poderão ser vendidos com o preço atrelado ao valor da arroba do boi, um indicador que funciona como “a moeda” dos pecuaristas.

Com o nome de P@go, a novidade possibilita aos pecuaristas de todo o país adquirir os produtos da empresa e pagar com valores pré-estabelecidos (preços travados) por meio do indicador do Boi ESALQ/BM&F (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz / Bolsa de Mercadorias e Futuros), utilizado para liquidação futura de contratos negociados na bolsa de valores.

Ao oferecer essa operação como uma opção adicional para pagamento pelos seus produtos, a empresa viabiliza ainda mais o uso das suas tecnologias.

Nesse novo modelo, a empresa gera mais previsibilidade para o preço dos seus produtos, pois, como muitas das matérias-primas usadas nas formulações dos seus suplementos são de origem importada, acabam refletindo no preço pelas variações do dólar, o que dificulta a garantia de preço futuro.

“Ao atrelar os nossos preços à moeda do pecuarista, que é arroba do boi gordo, conseguimos assegurar o planejamento dos custos com a nutrição do rebanho, o que é um fator importante principalmente para os confinadores que se planejam com muita antecedência, por exemplo”, conta o diretor de marketing da área de Ruminantes da DSM no Brasil, o zootecnista Juliano Sabella.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário