A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Setembro de 2017


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


14/06/2013 17:16

Conselheiro candidato

Manoel Afonso

O GOLPE - Numa ponta Marina Silva já superou as 500 mil assinaturas para viabilizar o seu novo partido - ‘Rede Sustentabilidade’. Na outra ponta o STF sinaliza o sim ao andamento do projeto de lei no Senado inibindo a criação de partidos.

E AGORA? - A matéria é delicada, de alta indagação, envolve aspectos interessantes sobre a independência dos poderes. Marina Silva, com 15% nas pesquisas, está saindo como vítima, podendo levar a sucessão presidencial para o 2º turno.

E MAIS... Todo esse empenho do Governo em barrar o partido de Marina realça sua importância no contexto eleitoral, equiparando-a com o PSDB e outras forças. Marina ainda provocará ‘capítulos ardentes’ entre Judiciário e Legislativo.

MEMÓRIA - No 1º turno de 2010 Dilma obteve 46,91%; Serra 32,61% e Marina (PV) 19,33%. Naquela época o Brasil era outro, sem inflação, PIB em alta e as pesquisas mostravam o brasileiro satisfeito e acreditando ainda em dias melhores.

A PROPÓSITO - A pesquisa recente da CNT revela a insatisfação nas áreas da saúde, educação, segurança, geração de empregos e o câncer da inflação. O Planalto não está distribuindo dinheiro a rodo por acaso. É para garantir aliados em 2014.

A CONFERIR - Se mais de 70% dos entrevistados diz haver desvio de grana nas obras da Copa do Mundo isso pode afetar diretamente a imagem gerencial de Dilma. Sem contar com o provável desempenho pífio da ‘tchurma do Scolari.’

BALELA O PT - usa o futebol como se fosse a ‘paixão nacional’. Ora! ¼ dos brasileiros não se interessa pelo futebol; somos 13º na frequência aos estádios, atrás do Japão, China e USA. Nossos estádios (elefantes brancos) cada vez mais vazios.

O CLIMA - A medida que o brasileiro se conscientizar do montante mal gasto na Copa, e das poucas melhorias registradas nas áreas vitais da população, estará pronto o fermento embrionário para uma postura de repulsa da opinião pública.

UM EXEMPLO -  As contrapartidas do Estado de MT e prefeitura de Cuiabá com as obras vem gerando desgaste ao prefeito e ao senador Blairo Maggi. A saúde e segurança por exemplo, dão dó. E será que nas outras capitais o fato não se repete?

ENFIM... - Se a oposição for realmente competente e conseguir se unir (o problema maior) adotando um discurso forte, sem metáforas e mais indignação, levará a sucessão ao 2º turno. Portanto, o êxito da oposição dependerá mais dela própria.

O PODER É - sedutor mas provoca desgastes. Churchill perdeu a eleição após salvar a Inglaterra dos nazistas. Agora Haddad sente na pele o protesto dos paulistanos que pode virar bola de neve com reflexos negativos na mídia e em 2014. Anote aí.

A PROPÓSITO O PT - cooptou as lideranças estudantis com cargos e verbas para a UNE. Não se viu mais jovens na rua protestando contra a qualidade de ensino, falta de vagas e transporte. Portanto, esse movimento em São Paulo é interessante.

NA OFENSIVA - Os produtores rurais se despem do estigma de culpados que lhes foi imputado pela esquerda, botam a cara de fora, saem da postura defensiva injustificável. Aqui as lideranças políticas, Famasul e Acrissul estão virando o jogo.

EVIDENTE - a classe política (com exceção de Vander) percebeu o perigo da situação sair fora de controle causando estragos devastadores. Mas o que agrada é a postura ativa do produtor rural, até então tímido, acuado como se fosse o vilão.

SACANAGEM - No exterior, o pessoal do campo é respeitado. Quando é preciso – por exemplo – os franceses levam até suas ovelhas para protestar em Paris. Mas a política econômica equivocada do Planalto hoje é salva pelo agronegócio. Não é?

PERGUNTA-SE - Copa do Mundo é prioridade? Levantará nossa autoestima, mesmo sem leitos hospitalares, estradas e segurança nas cidades? A imprensa já questiona entre os gastos da Copa e a solução da demarcatória indígena. Até que enfim.

PORTANTO, - tal qual ocorre na capital paulista, a iniciativa de protestar não é mais exclusividade de partidos de esquerda e sindicatos de empregados. Patrões, empresários, grupos apartidários e produtores rurais estão em defesa de seus direitos.

SCHIMIDT - Quer José Ancelmo no PDT para disputar uma vaga na AL. Argumenta que além dos predicados pessoais do atual conselheiro do TC – ele teria bom espaço e pouca concorrência nas cidades que integram a região do Bolsão.

JOSÉ ANCELMO - é assediado por várias siglas e incentivado por lideranças como Londres. Tem trânsito entre os políticos, estilo discreto, é visto como aqueles políticos mineiros que vencem pela arte de saber escutar e falar menos.

A CANDIDATURA - do conselheiro vai se encaminhando por razões diversas e André tem interesse na sua vaga. Em setembro próximo precisará deixar o TCE para viabilizar sua filiação. A questão ficaria apenas quanto ao partido a ser escolhido.

FELICIDADE ARTIFICIAL - “As redes sociais estão cheias de imagens de plenitude, onde só há espaço para a diversão” – como diz a jornalista Fabiana Moraes. Mas aí vem a pergunta que não se faz: mas somos nós mesmos naquelas fotos?

AS PESSOAS - insistem cada vez mais em se mostrar felizes (ou querem ser felizes?) nas redes sociais. Mas como elas são vistas de verdade? Quem é seguidor pode (eu disse pode) estar confessando que não tem luz própria. Pense nisso.

PESQUISAS - Já estão rolando sob ‘motivações diversas’. Uma delas foi publicada no semanário “Jornal de Domingo” e de alguma forma aceita com naturalidade na classe política. Difícil mesmo é decifrar esse tal clima de ‘naturalidade’.
“As razões de poder transformam crimes em heroísmo.” (Ruben Alves)

PMDB refém da própria estratégia
ELE MUDOU Em 2002 Zezé de Camargo e Luciano cederam de graça a música "Meu país’ para Lula usar na campanha do PT. Agora Zezé disse numa entrevista: ...
Uma Semana da Pátria ‘inesquecível’
‘RONCAR PAPO’ A velha expressão que significa contar vantagens – sem atentar para as consequências – pode ser usada para definir as declarações do em...
Políticos na polícia – a rotina da corrupção
‘CIDADÃO NOTA 10’ Gostei muito de ser agraciado com a medalha de Honra do Mérito ‘Cidadão Nota ‘10’, uma iniciativa da jornalista Marinalva Pereira, ...
O fenômeno da abstenção eleitoral em 2018
DILEMA Lideranças políticas do interior admitem dificuldades para homenagear o ex-governador Pedrossian. Pela sua biografia não pode emprestar seu no...



Manoel Afonso - Se liga. Anselmo, Schimit, Londres e outros mais, ja cumpriram sua meta. Se foram bem ou mal, nao sei. O povo brasileiro pede renovaçao, portanto, sem qualquer chance para poliiticos que ja tiveram sua vez.
 
Jose Carlos Viana em 21/06/2013 12:58:18
Manoel Afonso - Se liga. Anselmo, Schimit, Londres e outros mais, ja cumpriram sua meta. Se foram bem ou mal, nao sei. O povo brasileiro pede renovaçao, portanto, sem qualquer chance para poliiticos que ja tiveram sua vez.
 
Jose Carlos em 21/06/2013 12:57:46
Manoel Afonso - Se liga. Anselmo, Schimit, Londres e outros mais, ja cumpriram sua meta. Se foram bem ou mal, nao sei. O povo brasileiro pede renovaçao, portanto, sem qualquer chance para poliiticos que ja tiveram sua vez.
 
Jose Carlos em 21/06/2013 12:57:35
O problema não é a copa em si e sim os nossos corruptos "políticos ou não" que aproveitam da impunidade em nosso país para deitar e rolar, aliás, impunidade mantida e preservada por eles mesmos que com o poder de uma canetada ou uma cueca cheia de dinheiro resolvem tudo.,
 
walter oliveira em 16/06/2013 22:33:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions