ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  22    CAMPO GRANDE 34º

Manoel Afonso

Nível do 2º mandato de Reinaldo supera seus antecessores

Por Manoel Afonso | 03/09/2021 07:53

TENTAÇÃO: A deputada federal Rose Modesto vive o dilema: sair do PSDB, disputar o Governo pelo Podemos ou apenas tentar a reeleição para se cacifar visando disputar a prefeitura da capital em 2023? No fundo, só buscaria maior espaço no Governo? Bonita e sabida Rose sabe que a disputa pelo Governo exige estrutura partidária forte e os recurso$ imprescindíveis.

BASTIDORES: Outras lideranças torcem para Rose deixar a sigla e provocar um racha na sigla.. É o caso do ex-governador Puccinelli (MDB) que tem feito acenos e sonha com dividendos eleitorais lá na frente. Mas convenhamos, tudo isso não passaria de meras articulações pré-eleitorais. Até a janela partidária (em Abril) muita coisa vai ocorrer. E como vai...

A PROPÓSITO: Em ano pré eleitoral, envolvidos e denunciados no escândalo da ‘Lama Asfáltica’ perdendo de vez o sono com a instalação do Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) na unidade do Ministério Público Federal aqui no MS. São procuradores vindos de fora, imunes as influências políticas de figuras suspeitas no caso escabroso.

 ‘GÊNIOS DA LÂMPADA’: Presentes nos legislativos de todos os níveis. Faltam-lhes assessoria e bom senso. Focando temas diversos, o conteúdo de algumas das propostas chama a atenção pela abordagem curiosa. ‘Mama mia’: não se mede a produtividade parlamentar pelo número de propostas, visto que o mandato tem outras atribuições legislativas. As vezes é melhor se calar.

BOBAGENS: Não são exclusividades dos parlamentares. No serviço que o Senado mantém na internet para acolher projetos de cidadãos, não faltam pérolas. Uma delas pede punição com multa ou até prisão para os curiosos que se aglomeram perto dos acidentes em vias públicas dificultando assim o serviço de resgate policial e dos bombeiros.

DEPUTADOS & AÇÕES: Paulo Corrêa (PSDB): pediu a reforma e compra de equipamentos para as escolas de Jardim; recepcionou prefeito e vereadores de Amambai que vieram agradecer pelo êxito da vacinação anti Covid. José Teixeira (DEM):tramita na Casa seu projeto incentivando a doação de sangue com mensagens; acompanhou entrega de obras pelo governo em Dourados; Lucas de Lima (Sol): tem projeto para implantar anticoncepcional gratuito nas mulheres em situação de rua e de baixa renda através da Rede Estadual de Saúde. João H. Catan (PL): projeto seu quer os 2.492 presos no MS. pagando pelos custos da tornozeleira eletrônica. Marçal Filho (PSDB): com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) entregou cartões do ‘Mais Social’ em Dourados; em Naviraí foi recebido pela prefeita Rhaiza Matos, quando prestou contas de suas ações em prol da cidade.

COMPARE: Com R$1.000,00 em setembro de 2020 comprava-se 29.851 barras de ferro. Cada uma a R$33,50. Hoje ela custa R$117,00 (alta de 249%). Resultado: as 29.851 barras custam hoje R$3.592,00 e com R$1.000,00 compra-se só 8.500 barras. Uma fria: quem aplicou na poupança R$1.000,00 em setembro de 2020, tem hoje apenas R$1.030,00.

MALUQUICE: Em setembro de 2020 a saca de cimento custava R$16,50 e hoje custa R$33,00. O valor do tijolo de 8 furos dobrou. O mesmo ocorreu com os fios elétricos. E como explicar o porque dos imóveis usados não valorizaram neste período de alta dos materiais de construção? É simples: as pessoas empobreceram. As placas de aluga-se e vende-se provam.

CENSURA?: Lula (PT) lamenta por não ter regulamentado a mídia e promete faze-lo se eleito. Lá em 2004 tentou criar o Conselho Federal de Jornalismo para disciplinar e fiscalizar a profissão de jornalista. No impeachment da ex- presidente Dilma (PT), ele externou esse arrependimento dizendo que Hugo Chavez fora injustiçado pela imprensa venezuelana. Como diria Fernando Gabeira: ‘O que é isso companheiro’?!

2º MANDATO: De Wilson B. Martins (MDB) foi desastroso; vendeu a Enersul, ajudou eleição de Zeca do PT em 1998. André Puccinelli (MDB) também não repetiu a atuação dos 4 anos iniciais, não fez o sucessor. Reinaldo Azambuja (PSDB); supera os números positivos do seu mandato inicial apesar da crise financeira e sanitária. Dá um banho também na arte da política. As votações na Assembleia mostram isso. Incansável.

JOSEP PIQUÉ: “A pandemia chegou quando havia muitas tecnologias disponíveis. O que fez foi acelerar a adoção. Ajudou as empresas com teletrabalho e trabalho híbrido. Não vamos voltar para o mundo de antes. O mundo do futuro será híbrido. Vamos viver na nuvem, mas vamos trabalhar e viver também em certos lugares da terra”.

AÇÕES DE DEPUTADOS  José C. Barbosa (DEM): tem projetos declarando de utilidade pública de Rio Verde de Mato Grosso e Coxim; avança seu projeto que beneficia autistas; elogio as ações do Governo Estadual em Dourados. Antônio Vaz (Rep): Homenageou Wilton Candelório com a medalha do Mérito Advocatício; homenageado com o diploma ‘Cidadão nota 10’; Amarildo Cruz (PT): Usou a tribuna pedindo a aplicação da 3ª. dose da vacina anti Covid nos profissionais da segurança pública, saúde e educação. Lídio Lopes (Patri): visitou Costa Rica, Chapadão do Sul e Paraíso das Águas sendo recebido pelo prefeito Anísio Andrade; pede asfalto na MS.270 entre Itaporã e Ponta Porã. Capitão Contar (PSL): focado no êxito da motociata durante as manifestação de 7 de setembro em Campo Grande; defensor da democracia e da liberdade de expressão.

BEM ATUAL: Em 1911 Ruy Barbosa discursou: “Peço ao Senado que não se assuste com estes papéis (apontando para o calhamaço diante de si). Não podia trazer a esta tribuna uma carabina, nem uma espada. Trago apenas um volume das nossas leis. Infelizmente bem fracas nestes tempos, elas têm sido sempre a minha única arma”.

TRAGÉDIAS: O ex-senador Pedro Simon (91) vive mais uma. Em 1984 perdeu um filho num acidente de carro dirigido pela esposa. Deprimida, não se recuperou e faleceu anos depois. Os outros 2 filhos foram criados pelo pai e tias. Um deles, que acabara de se tornar pai de gêmeos, morreu recentemente de enfarte. Isolado desde o início da pandemia, Simon, só conheceu os netos há pouco tempo. A vida como ela é...

SÓ PROFISSIONAIS! Política só para políticos? Pelo visto sim. Uma das propostas da Reforma Eleitoral une parlamentares de todas as cepas. Ela impede que juízes, promotores, policiais e militares sejam candidatos antes de completar 5 anos de ter se afastado de suas funções. Com o discurso de evitar politizar a justiça, eles afastam a concorrência, que se mostrou forte inclusive aqui nas últimas eleições.

DEPUTADOS EM AÇÃO: Pedro Kemp (PT): aprovada ( 11 a 4) sua moção de repúdio ao ministro Milton Ribeiro da Educação pelo seu discurso discriminatório e ofensivo às crianças deficientes. Neno Razuk (PTB): prestigiado pelo Governo na entrega de obras em Dourados; exaltou o ‘troco solidário’ da Rede Comper; pediu duas viaturas à Sejusp para a Funsauld de Dourados. Evander Vendramini (PP): avança seu projeto prorrogando a vigência de autorizações e licenciamentos ambientais na pandemia; pede instalação de unidade do Instituto Chico Mendes em Corumbá. Mara Caseiro (PSDB): sancionadas duas leis suas em defesa das mulheres no Agosto Lilás; pede investimentos no esporte, lazer e infraestrutura de Camapuã. Gerson Claro (PP): junto com o prefeito José Fernando, de Selvíria, tratou com o secretário Riedel do asfaltamento da MS-444 (Inocência a Selvíria); aprovado seu projeto denominando “prefeito Helio Peluffo” o anel viário de Ponta Porã.

CAPENGA: Para onde vai mesmo o PDT? Esperto, o deputado Dagoberto Nogueira (PDT) fala, enrola sem decidir. No fundo quer salvar a própria pele. As relações dele não são nada boas com o PT e MDB por conta de ‘águas passadas’. A prioridade seria a candidatura presidencial de Ciro Gomes (PDT), aliás mal nas pesquisas - mas o rei do palavrão nas entrevistas.

1-OPINIÃO: “ (-)...Temos visto que a maioria do Congresso parece alheia aos problemas do país e apenas ciosa dos seus interesses. Emerge da pandemia com todos os seus poderes somente para aprovar o que for necessário à nova eleição dos seus membros: recursos para campanha, restauração das coligações e novas regras eleitorais mais convenientes para quem já tem seu mandato (-)...” ( ex-ministro Roberto Brand)

2-OPINIÃO: “(-),,, Ele não governa, polemiza. Afirma que não o deixam governar, em particular o Judiciário, que tolhe os excessos das suas palavras e atos. Mas, se pudesse, não diz nada sobre o que faria sobre a crise social, o desemprego, a estagnação econômica, o desprestígio internacional do Brasil, seu isolamento político (-)...” (Emir Sader, sociólogo e cientista político)

‘BOLA CHEIA’:  Reeleito presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, o vereador Carlos A. Borges – o Carlão – aproveita o bom momento com projeções inclusive para o pleito de 2022. Carne e unha com o Executivo Municipal há quem o compare a figura do cavalo no tabuleiro do xadrez. Não está no mesmo nível do Rei e da Rainha, mas exerce uma função estratégica politicamente. Entendeu?

PILULAS DIGITAIS:

“Os loucos às vezes se curam, os imbecis nunca”. (Oscar Wilde)

7 de Setembro. O que comemorar mesmo?

“Você é livre para fazer suas escolhas, mas é prisioneiro das consequências”. (Pablo Neruda)

“Há muitas maravilhas neste mundo, não há uma maior que o homem”. (Santo Agostinho)

“O incinerador é o maior amigo do corrupto”. (Carlos Castelo)

“Do MDB não sobrou nada”. ( ex-senador Pedro Simon)

“Procura-se nutricionista que ensine a parar de alimentar expectativas”. (Carlos Castelo)

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário