A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 28 de Junho de 2017


  • Ampla Visão
  • Ampla Visão

    com Manoel Afonso


06/09/2013 15:06

Previdência municipal: a saída

Manoel Afonso

‘VOCÊ ENTENDE?’ Focado só na fatura de suas propagandas valorizadas pela Copa, sua ‘Majestade’ o Rei Pelé pede ao povo que deixe para protestar nas ruas após o evento da Fifa de 2014. Safadeza ou imbecilidade? Sem dúvida: ambas!

MAIS UMA! Quando a gente imagina que o estoque de sacanagens se esgotou, o Zé Genoino pede a sua aposentadoria. Desmascarado no Mensalão, o ex-paladino da moralidade petista nunca mais foi o mesmo. Claro que será atendido.

‘PORCA MIA’ A mídia mostrará a agilidade da Câmara na concessão deste benefício e aí o leitor poderá compará-la com a postura do INSS na apreciação de pedidos idênticos. Isso sem contar a diferença dos valores finais das aposentadorias.

VERGONHA! Foi preciso que o STF atendesse ao clamor público para que o deputado ladrão perdesse o mandato na Câmara. E o Pelé querendo o brasileiro acovardado em casa! O Romário tem razão: Quando fica calado, o Rei é um sábio.

MAIS UMA! A recente decisão judicial em Dourados sobre a ‘Operação Uragano’ frustrou a opinião pública que é prática, faz a leitura do mérito do caso independente de eventuais questões pontuais técnicas verificados ao longo do processo.

COMPARANDO: Nas cidades do interior – em crimes de homicídio – os jurados que participam do júri popular, conhecem fatos importantes relativos ao caso, mas que às vezes não constam dos autos. E isso acaba pesando na decisão deles.

‘PÉROLAS’ Genoíno, Rede Globo, Freixes, Bernal, Pelé, Donadon, Adalberto Siufi, Lewandowski,Toffoli, Marco A. Mello, Teori Zavascki no olho do furacão, arrancando-nos olhares incrédulos e indignação. Colocá-los no liquidificador resolve?

‘A TAÇA’ da semana vai para a Globo no editorial justificando o apoio a ‘Revolução de 64’. Exercício de cinismo & malabarismo, mero ‘erro imprescindível’ como chamou. Só não falou dos benefícios recebidos pela empresa junto ao Governo.

A FAVORITA Nas composições possíveis para o pleito de 2014, Simone sobressai contra qualquer adversário, independentemente do nome de seu candidato a governador. As pesquisas de consumo tem mostrado sua musculatura e chances.

VETO Na Festa do Peão em Barretos, Zé Anibal e Serra estranharam e vetaram a tese de que Azambuja faria aliança branca com o PT em MS. O primeiro lembrou: os filiados precisam respeitar as diretrizes e decisões do diretório nacional.

A QUESTÃO Com o veto Azambuja deixaria o PSDB ou se lançaria candidato ao governo em chapa própria? Isso exigiria suporte financeiro e estrutura que o partido não tem na capital e interior. Claro, cenário político é como nuvens: mudam.

APARÊNCIA Ajuda os políticos e partidos para mostrar força e fazer acertos. Mas há muito blefe! Delcídio lembra por exemplo: na última eleição da capital - apesar da garganta de Dagoberto - o PDT mais atrapalhou que ajudou Giroto.

CALMA Se você levar em conta que nesse país tudo é possível, que novos escândalos vão acontecer envolvendo gente poderosa, não se pode descartar uma nova situação no quadro eleitoral. Mas as desgraças nacionais vão respingar até aqui?

PERALÁ! O Planalto já esqueceu da questão das invasões das terras pelos indígenas? Não se fala mais nisso? Era só balão de ensaio para acalmar a mídia internacional, que não conhece a nossa realidade? Mas isso pesará na sucessão estadual?

ONDA POSITIVA Os municípios e seus servidores estão se afastando da velha, ineficiente e cara máquina do sistema tradicional criando seus próprios institutos previdenciários, como aliás permite o artigo 40 da Constituição Federal.

REFLEXOS Quase a metade dos municípios de MS já implantaram o sistema próprio e os dividendos são visíveis: contribuição menor, maior transparência na contabilidade, maior proximidade e mais comodidade em geral para o segurado.

CUIDADOS Entusiasta do sistema, o deputado Tetila cita os casos de sucesso em Dourados, Naviraí, Caarapó e Maracajú. “Nem tudo são flores” – lembra. “Não se pode politizar o instituto e a orientação de especialistas na área é indispensável ”

DETALHES O percentual de contribuição mensal, da prefeitura e funcionários, varia de acordo com cada município. O dinheiro arrecadado é sagrado, não pode ser usado pelo Poder Executivo e nem desviado para destinações não previstas.

RESPONSABILIDADE É grande por parte dos diretores e membros dos Conselhos Previdenciário e Fiscal. Arrecadar, administrar e investir certo o ‘bolo’ que irá garantir aposentadoria, pensão e auxílio doença exige seriedade e profissionalismo.

PREOCUPA O prefeito Eney (Jardim) por exemplo, não esconde: “os gestores dos institutos não podem se entusiasmarem a ponto de não preverem os encargos futuros e investirem o dinheiro em aplicações equivocadas ou duvidosas.”

EXEMPLOS Alguns fundos de pensão de corporações gigantes nos Estados Unidos ficaram descapitalizados; seus gestores investiram o dinheiro em ações de empresas que quebraram na Bolsa. E agora deixaram seus segurados desamparados.

RESUMINDO: O sistema previdenciário municipal é bom, mas requer cuidados. Mal gerido levará associados à desgraça, sem recursos para bancar a futura aposentadoria. O que é sonho pode ser transformar em pesadelo. Juizo faz bem e recomendo!

“Vamos deixar os protestos para depois da Copa” - (Pelé)

Internet versus currais eleitorais
GORDINHOS...e diabéticos! Deputado Marcio Fernandes (PMDB) falou comigo da esperança em ver a Assembleia Legislativa derrubar o veto do Executivo ao ...
O desafio do eleitor: acreditar no novo
100 ANOS Ex-governador Wilson Barbosa Martins completando 100 anos de idade. Probo, adotou o discurso moralista (sem eco) da UDN, mas sem gente compe...
Ayache e Pedro Chaves: os sobreviventes
OS ESTRAGOS eleitorais por aqui não distinguiram partidos e lideranças. É bom saber: um mês antes de estourar o caso da delação de Joesley Batista, a...
PT, PMDB e PSDB – trigêmeos em apuros!
AGONIA Onde não tem escândalo por dinheiro? Ouvi de um sábio de plantão que come abelhas no café matinal: “neste ritmo o Silvio Santos acabaria ganha...



A municipalização da Previdência deveria ser implantada em todo o país. Antes da unificação da previdência social no país, haviam institutos bem estruturados, que além de proporcionar boa assistência aos segurados, os benefícios da aposentadoria proporcionavam maiores rendimentos; apenas para relembrar, dois institutos se destacavam: o IAPB (bancários) e o IAPM(marítimos). A arrecadação previdenciária deve ser administrada com rigor, pois, dela dependerá o pagamento dos benefícios futuros, a aplicação dos recursos não deve ser desviados para construções habitacionais, nem mesmo de sédes suntuosas. Ademais, os associados devem fiscalizar sistemàticamente as entradas e saídas dos recursos, evitando desvios de finalidades; pode dar certo.
 
benedito rodrigues da costa em 08/09/2013 07:05:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions