A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

17/07/2015 16:41

Acadêmica flagra carro estacionado sobre a calçada na Antônio Maria Coelho

Raiza Calixto
O veículo estacionado em cima da calçada gerou transtornos aos pedestres.(Foto:Direto das Ruas)O veículo estacionado em cima da calçada gerou transtornos aos pedestres.(Foto:Direto das Ruas)

A acadêmica de fisioterapia, Simone Leal, 43 anos, flagrou veículo Volkswagem Gol estacionado em cima da calçada da Rua Antônio Maria Coelho, na região central de Campo Grande. Ela fez a denúncia, pelo WhatsApp, para o canal Direto das Ruas.

Para ela, além de ser infração de trânsito, a situação é um desrespeito aos pedestres. "Eu acho um absurdo, os motoristas precisam ter respeito pelos pedestres, não importa se o carro é empresarial, todos precisam obedecer as leis do trânsito”, desabafou.

Conforme o código de trânsito, estacionar o veículo em cima de calçadas é infração grave, pode gerar 5 pontos na carteira, multa no valor de R$ 127,69 e apreensão do veículo.

Em situações como essa a população pode acionar a Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) pelos números 3314-3422, 3314-3423 ou 118. Acionados, equipes são deslocadas até o local para que sejam tomadas as devidas providências.

Direto das Ruas - Pelo canal de interação entre a redação e o leitor, podem ser enviados flagrantes, sugestões de matérias, notícias, fotos, áudios e vídeos. Seja um colaborador via WhatsApp pelo número (67) 9687-7598.



O mais absurdo de tudo e que o cidadão ainda precisa comunicar a Agetran para que o veiculo seja autuado. Estamos falando da região central de Campo Grande, onde "deveria" haver prioridade na fiscalização por parte da Agetran. E exatamente pela falta de fiscalização que esses absurdos acontecem frequentemente por toda a cidade. Detalhe, pelo que da pra se ver na foto, o carro esta na calcada, na contra-mao, no quarteirão da Antonio Maria Coelho em frente ao Colégio Auxiliadora, região central e com fluxo intenso de pedestres e veículos. Essa historia de que a Agetran não tem recursos não da mais pra engolir. Devemos por um basta nessa situação. Quem não tem capacidade para gerir um órgão publico não deveria estar a frente do mesmo.
 
Nelson em 19/07/2015 06:09:06
Sem fiscalização nas ruas, cada um faz o que quiser!
 
Luiz Pereira em 18/07/2015 17:56:47
Na calçada e na contra-mão...
 
Guilherme Arakaki em 18/07/2015 10:39:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions