ACOMPANHE-NOS    
JULHO, TERÇA  07    CAMPO GRANDE 21º

Direto das Ruas

Assintomáticos, funcionários do posto de saúde do Tiradentes são afastados

Contaminação entre servidores da unidade motivou testagem em massa

Por Tainá Jara | 25/06/2020 18:39
Posto de saúde do Tiradentes, em Campo Grande (Foto: Arquivo/Campo Grande News)
Posto de saúde do Tiradentes, em Campo Grande (Foto: Arquivo/Campo Grande News)

Contaminação entre os servidores do posto de saúde do bairro Tiradentes, em Campo Grande, levou a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) a testar em massa os servidores da unidade, nesta quinta-feira, para detectar o novo coronavírus. Casos assintomáticos da covid-19 obrigaram profissionais de saúde, que atuam na CRS (Centro Regional de Saúde), a serem afastados.

De acordo com o boletim da secretaria, 274 profissionais de saúde foram contaminados na Capital, o que corresponde a 17,5% do total de diagnósticos. A maioria, 76, é de médicos. Entre os profissionais da enfermagem os casos confirmados chegam a 53. Os técnicos de enfermagem já tiveram 49 pessoas diagnosticadas com a doença. Outros 96 casos envolvem fisioterapeutas, odontólogos, psicólogos e demais profissionais.

Servidora da unidade de Saúde do Tiradentes, que preferiu não se identificar, falou em, pelo menos, seis funcionários com teste positivo para a doença. Só na testagem realizada hoje, cinco receberam diagnóstico positivo.

Em nota, a Sesau confirmou as contaminações, mas não disse quantos servidores do CRS Tiradentes estão com a covid-19. A secretaria está testando todos, a partir desta quinta-feira, a fim de rastrear possíveis casos entre os profissionais e reduzir o risco de contágio, mesmo que esses sejam assintomáticos.

“Aqueles que já realizaram o exame e necessitam serem afastados, já foram notificados e permanecem em suas residências, cumprindo a quarentena e acompanhados pelo serviço de teleatendimento da Sesau”, afirmaram.

A secretaria ressaltou que todos esses profissionais testados estão assintomáticos, uma vez que aqueles que apresentam sintomas ou que fazem parte do grupo de risco já estão em teletrabalho ou foram realocados (no caso do grupo de risco) para o combate à doença em atividades que não há a exposição direta ao vírus.

O protocolo nas unidades de saúde onde há casos de covid-19 é encaminhar o servidor para isolamento domiciliar. Procedimento de higienização dos prédios, conforme a Sesau, é feito periodicamente, diversas vezes por dias, não sendo assim necessário o fechamento da unidade para desinfecção específica devido esses casos positivos.

Direto das ruas - A sugestão chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563. Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.